Menu
Busca sábado, 24 de agosto de 2019
(67) 9860-3221
CAPITAL

Gestante e filho de 7 anos são resgatados após enxurrada cobrir carro

25 abril 2019 - 19h50Por Da Redação

Grávida de 8 meses, a secretária Franscilaine Oliveira Palácios, de 27 anos, precisou ser resgatada do meio de um enxurrada provocada pela chuva que caiu sobre Campo Grande, na tarde desta quinta-feira, dia 25 de abril. Segundo o site Campo Grande News, ela dirigia um veículo Fiat/Pálio, que ficou coberto pela água que acumulou na Rua EW-1, no Jardim Noroeste, na Capital.

No carro também estava o filho de Franscilaine, um menino de 7 anos. Ambos foram ajudados por um homem que passava pelo local e se assustou com a situação. “Eu estava indo buscar minha mãe no serviço, quando vi o carro parado na esquina tomado pela água. Ela (a motorista) e a criança já estavam fora, mas mesmo assim corri para ajudar”, revela o barbeiro Valdenir de Góis Junior, de 28 anos.

O rapaz ajudou mãe e filho a irem para a beira da via, onde a água já não oferecia riscos. Valdenir estava de casaco e logo ofereceu a motorista, que chegou a acreditar que entraria em trabalho de parto no meio da situação.

Ao presenciar o socorro, um morador da região também se aproximou para ajudar e, com uma coberta, protegeu mãe e filho da chuva.

Equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada e prestou atendimento a condutora no local. Minutos depois, Hudson Palácios, agente de saneamento e esposo de Franscilaine, chegou ao local. Segundo ele, a mulher voltava para casa, quando tudo aconteceu.

“Quando eu cheguei já tinha acabado a chuva e ela estava sendo socorrida. Pelo que ela me contou, a chuva não estava tão forte, mas o carro enroscou em galhos e entulhos no meio da rua e, de repente, tudo ficou encoberto”, revelou.


De acordo com os Bombeiros, a mulher foi encaminhada para a maternidade Cândido Mariano para avaliação médica.

Para quem mora na região, esse foi só mais um incidente provocado pela má-condição da via, no local. “É normal chover e ficar assim. Carros sempre atolam e ninguém faz nada pela região. Para ajudar, muita gente vem aqui só para jogar lixo”, revelou um morador, que se identificou apenas como Isaías.

No início da semana, o Campo Grande News esteve no local e registrou a reclamação de outros moradores. Com a chuva da última segunda-feira (22), além de se transformar em um rio, a Rua EW-1 ganhou três “cachoeiras”. No bairro, a maioria das ruas não são asfaltadas e os problemas se repetem a cada chuva.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAUUUUU!!
Pitty posa sexy de lingerie em quarto de hotel
ECONOMIA
MS tem melhor saldo de emprego em julho desde 2012
COMIDA ÁRABE
Pacientes em tratamento contra o câncer aprendem receitas saudáveis e saborosas
DETERMINAÇÃO
Justiça proíbe transferências de presos para presídio de Três Lagoas
INTERNACIONAL
Mercosul concluiu acordo comercial com países do Efta, diz Bolsonaro
IMUNIZAÇÃO
Vacinação antirrábica terá pontos fixos amanhã em Dourados
DOURADOS
Encontro de fanfarras de percussão acontece amanhã na Praça Antônio João
TRÁFICO
Mulher é presa transportando maconha até Campo Grande
UNIÃO
Países da América do Sul se mobilizam contra incêndios florestais
FLAGRANTE
Homem que agrediu mulher é preso e tem arma apreendida

Mais Lidas

DOURADOS
VÍDEO: Guarda agride rapaz em abordagem na UPA e corregedoria abre inquérito para apuração
VALE QUANTO?
Peritos imobiliários avaliam Douradão para venda ou aluguel a pedido da prefeitura
VIOLÊNCIA
Bandidos encapuzados invadem casa no Santo André e agridem idoso a coronhadas
FÁTIMA DO SUL
Mulher morre ao ser atropelada por Fiorino em avenida