Menu
Busca terça, 21 de janeiro de 2020
(67) 9860-3221
SAÚDE

Enfermeira é flagrada dormindo em UPA e secretaria diz que era intervalo

09 dezembro 2019 - 19h35Por Da Redação

Durante visita na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Sidrolândia, neste domingo, dia 08 de dezembro, o presidente da Câmara Municipal do município, Carlos Henrique Olindo, flagrou uma enfermeira dormindo durante o plantão. A prefeitura alega que servidora estava em horário de descanso e reclama do vereador ter supostamente invadido o dormitório feminino da unidade.

No vídeo, o parlamentar vai até um quarto da UPA e encontra a enfermeira levantando de um colchão. Ao perceber que estava sendo filmada, a servidora questiona sobre a gravação. “Por que você está gravando?”

Olindo rebateu o questionamento afirmando estar fiscalizando onde o dinheiro público estava sendo aplicado. “Você estava dormindo no horário de expediente e é isso que não pode acontecer. Mais uma vez a gente vê o descaso na saúde pública, pessoas precisando na fila, pessoas pagando imposto para ser atendido, mas infelizmente algumas insistem em não contribuir”, disse.

Na sequência, o vereador mostra uma fila de pacientes que aguardavam atendimento no mesmo horário em que a enfermeira estava dormindo. “Vou encaminhar isso ao Ministério Público. Não são todos, mas é o caso de uma enfermeira, um servidor. Não podemos aceitar, é um absurdo ver pessoas do serviço público com esse tipo de postura.

Abuso de autoridade

Por telefone, o secretário municipal de saúde de Sidrolândia, Nélio Saraiva Pain Filho afirmou que o vereador cometeu um abuso de autoridade. “Se alguém agiu de forma errada foi o vereador ao entrar em um dormitório feminino. A servidora estava no horário de descanso, após uma jornada de 12 horas de trabalho”.

“Todos os profissionais que trabalham em regime de plantão nas unidades, desde a equipe médica, de limpeza, de enfermagem e demais atuações dispõem de um tempo para descanso, desde que este não acarrete em prejuízo para o paciente. Todos estes parâmetros devem ser estabelecidos entre a Direção Técnica, o Corpo Clínico e a Instituição”, destacou.

Verificar denúncia

O vereador informou ao site Midiamax que foi ao local verificar uma denúncia antiga sobre reclamações da enfermeira, que conforme o parlamentar, é filha da diretora da UPA. Em resposta ao secretário municipal de saúde, ele informou que no cômodo não há identificação de que se trata de um dormitório feminino.

“Haviam pessoas ligando da fila, com crianças de colo com febre de 38°C enquanto ela dormia. Esse descanso não pode ocorrer se tiver paciente na fila e não havia nenhuma outra enfermeira para atender, havia apenas uma de triagem. Cerca de 9 crianças aguardavam atendimento naquele momento, e outras pessoas também”, completa o vereador.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SURTO EM MOTEL
Empresário diz que só a mulher que morreu sob caminhão se drogou
TRANSFERÊNCIA
MPF diz que mudança de sede para Dourados foi por falta de estrutura
JUDICIÁRIO
Justiça revoga prisão de Policial acusado de contrabando de cigarro
EMPREGO
Orçamento de 2020 prevê 51,3 mil vagas em concursos federais
EDUCAÇÃO
Prazo de apresentação de propostas para o Future-se vai até sexta
CLORIDATO DE RANITIDINA
Laboratórios vão recolher alguns lotes de remédio para úlcera
NOVA ANDRADINA
Idosa de 82 anos apanha da nora enquanto filho filma agressão
RECURSOS
Senador Nelsinho Trad trabalha para liberar R$ 600 milhões para MS
CHAPADÃO DO SUL
Carreta carregada de adubo fica destruída após pegar fogo na MS-306
FUTEBOL
Inter vence Corinthians e está na final da Copa São Paulo

Mais Lidas

DOURADOS
Homem é flagrado correndo pelado na Presidente Vargas
PARAGUAI EM ALERTA
Membros do PCC fogem de prisão em Pedro Juan; ao todo já são considerado 75 foragidos
BELLA VISTA DO NORTE
Ex-prefeito de cidade paraguaia vizinha a MS é executado a tiros
POLÍCIA
Mulheres são presas com malas ‘recheadas’ de maconha no Jardim Santo André