Menu
Busca quinta, 24 de outubro de 2019
(67) 9860-3221
OPERAÇÃO OMERTÁ

Empresários e policiais suspeitos de chefiarem milícia vão para presídio federal

12 outubro 2019 - 20h00Por G 1

Os empresários Jamil Name e o filho dele, Jamil Name Filho, suspeitos de chefiarem a organização criminosa do jogo do bicho que criou uma milícia para matar desafetos em Mato Grosso do Sul, foram transferidos na tarde deste sábado, dia 12 de outubro, do Centro de Triagem, no Complexo Penitenciário estadual para o Presídio Federal de Campo Grande.

Também foram transferidos para o local outros dois suspeitos de fazerem parte da cúpula da organização, ocupando o cargo de gerentes, o policial aposentado Vladenilson Daniel Olmedo, o Vlad, e o investigador da Polícia Civil lotado na Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos), Márcio Cavalcanti da Silva.

Os quatro foram presos no dia 28 de setembro, durante a operação Omertá, realizada por uma força-tarefa do MP/MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) e unidades das polícias Civil e Militar do estado para desarticular a suposta organização criminosa.

Os quatro vão ficar no RDD (Regime Disciplinar Diferenciado) por seis meses. Nesse regime ficarão em celas individuais, com limitações ao direito de visita e do direito de saída da cela. Existe ainda a possibilidade de que sejam transferidos separadamente para outras unidades federais no país.

A transferência atende um pedido da Polícia Civil do estado, com base em relatório da Diretoria de Inteligência do órgão, que foi endossado pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MP-MS, que aponta a impossibilidade do sistema estadual de custodiar essas lideranças da organização e impedir que eles planejem atentados contra pessoas que trabalham nas investigações.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Comparsa de homicídio de adolescente é condenado a 8 anos
BALANÇO
TRE/MS realiza audiência para tratar da biometria em Terenos
CESSÃO ONEROSA
Congresso aprova projeto que garante R$ 34,6 bi à Petrobras
CAPITAL
Falso repórter engana treinador de futebol com entrevista e clona WhatsApp
UEMS
Mestrado em Ensino em Saúde prorroga período de inscrições
NOVA ALVORADA
Homem esfaqueou pastor porque ele ‘fomentava’ separação, diz polícia
REFORMA APROVADA
Ponto a ponto: saiba o que vai mudar nas aposentadorias
TRÊS LAGOAS
Homem atira para matar ex-mulher e acaba baleando dono de restaurante
MÚSICA
Livro sugere que Raul Seixas entregou Paulo Coelho à ditadura
MEIO AMBIENTE
PMA usa satélite e drone para autuar infrator por desmatamento

Mais Lidas

HAYEL BON FAKER
Homens são presos fazendo sexo em via pública em Dourados
DOURADOS
Três são presos após ‘batida’ em ‘boca de fumo’ no Jardim Pantanal
DOURADOS
“Se não pagar vocês não vão dormir, não vão ter paz”, ameaçou professora indígena presa por extorsão
TRÁFICO
Economista e corretor são presos com mais de 30kg de cocaína