Menu
Busca domingo, 07 de junho de 2020
(67) 99659-5905
OPERAÇÃO OMERTÁ

Empresários e policiais suspeitos de chefiarem milícia vão para presídio federal

12 outubro 2019 - 20h00Por G 1

Os empresários Jamil Name e o filho dele, Jamil Name Filho, suspeitos de chefiarem a organização criminosa do jogo do bicho que criou uma milícia para matar desafetos em Mato Grosso do Sul, foram transferidos na tarde deste sábado, dia 12 de outubro, do Centro de Triagem, no Complexo Penitenciário estadual para o Presídio Federal de Campo Grande.

Também foram transferidos para o local outros dois suspeitos de fazerem parte da cúpula da organização, ocupando o cargo de gerentes, o policial aposentado Vladenilson Daniel Olmedo, o Vlad, e o investigador da Polícia Civil lotado na Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos), Márcio Cavalcanti da Silva.

Os quatro foram presos no dia 28 de setembro, durante a operação Omertá, realizada por uma força-tarefa do MP/MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) e unidades das polícias Civil e Militar do estado para desarticular a suposta organização criminosa.

Os quatro vão ficar no RDD (Regime Disciplinar Diferenciado) por seis meses. Nesse regime ficarão em celas individuais, com limitações ao direito de visita e do direito de saída da cela. Existe ainda a possibilidade de que sejam transferidos separadamente para outras unidades federais no país.

A transferência atende um pedido da Polícia Civil do estado, com base em relatório da Diretoria de Inteligência do órgão, que foi endossado pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MP-MS, que aponta a impossibilidade do sistema estadual de custodiar essas lideranças da organização e impedir que eles planejem atentados contra pessoas que trabalham nas investigações.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSOS
Filho de Flávio Migliaccio desabafa sobre morte do pai
CLIMA
Em sábado frio, temperatura não passou dos 20°C em Dourados
COM PREMIAÇÃO
Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul selecionará 150 projetos
MEIO AMBIENTE
Prevenção e combate a incêndios florestais em MS envolverá setor público e privado
SIDROLÂNDIA
Homem que estava desaparecido é encontrado morto sem as orelhas em açude
BRASIL
Prefeito de Santa Quitéria do Maranhão morre por Covid-19
BRASIL
Estudo defende aprimoramento de norma que avalia endividamento público
CAPITAL
Vítima salta de porta-malas com carro em movimento para fugir de bandidos
BRASIL
Bolsonaro defende divulgação atrasada e parcial de dados
SAÚDE
CCZ notifica seis pessoas para limpar quintal neste sábado, em Dourados

Mais Lidas

PANDEMIA
Dourados bate novo recorde e se aproxima de 500 casos de coronavírus
DOURADOS
Suspeito de apontar arma na cabeça de motoboy para roubar veículo é apreendido
DOURADOS
Polícia descobre central que abastecia “bocas de fumo” e prende traficante
PANDEMIA
“Há projeções de que o pior está por vir”, diz secretário após apresentar números da Covid