Menu
Busca sábado, 24 de agosto de 2019
(67) 9860-3221

Conselho Paritário de Produtores e Indústrias de Leite em MS tem nova diretoria

12 janeiro 2013 - 16h33

#####Assessoria




O Conselho Paritário de Produtores e Indústrias de Leite em MS (Conseleite) definiu hoje (11/01) a nova diretoria biênio 2013/2014. Para a presidência, foi escolhido o representante da bancada industrial, empresário, Pedro Gerbas. Para a vice-presidência, o representante dos produtores rurais, diretor do Departamento de Leite do Sindicato Rural de Campo Grande, Wilson Igi. O Conseleite tem como objetivo auxiliar na organização da cadeia produtiva e na valorização do produto.

O novo presidente da entidade, Pedro Gerbas, afirma que a administração seguirá no mesmo caminho da antiga: “Essa é uma mera formalidade, o que queremos é continuar trabalhando em prol do produtor de leite”, comenta. Segundo o ex-presidente do Conseleite, Dário Alves, a última gestão teve foco no fortalecimento de toda a cadeia leiteira do estado “O objetivo sempre foi fortalecer o setor e atender melhor ao consumidor, com produtos de qualidade e feitos com segurança”, afirma. Entre as ações da gestão passada está a produção de um abaixo assinado com 20 mil assinaturas de produtores de leite do Brasil, com reivindicações para melhorias do setor, que foi apresentado na 1ª Conferência Nacional do Leite, em Brasília.

No ano passado o setor leiteiro no Estado passou por duas crises. O primeiro entrave foi em relação à alta do preço da ração das vacas leiteiras. A segunda grande dificuldade foi a importação de produtos lácteos, o que dificulta a produção e a comercialização dos produtos feitos em Mato Grosso do Sul.

Entidade paritária, o Conseleite é composto por representantes dos produtores rurais e da indústria de laticínios sendo os membros indicados pela Federação da Agricultura do Mato Grosso do Sul (Famasul) e pelo Sindicato da Indústria de Laticínios do Estado (Silems). Também fazem parte deste projeto a Universidade Estadual - Unidade de Aquidauana (UEMS) e a Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Na reunião também foram discutidas questões como a substituição e o aumento do número de conselheiros por seus respectivos representantes, além de definir mensalmente o valor de referência do leite pago ao produtor a partir de pesquisas de preço. A reunião aconteceu no auditório da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Sistema Famasul).


Sobre o Sistema Famasul – O Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS) é formado por um conjunto de entidades que dão suporte para o desenvolvimento sustentável do agronegócio e representam os interesses dos produtores rurais de Mato Grosso do Sul. É formado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), pela Fundação Educacional para o Desenvolvimento Rural (Funar), pela Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja/MS) e pelos sindicatos rurais do Estado.

O Sistema Famasul é uma das 27 entidades sindicais que integram a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Como representante do homem do campo, põe seu corpo técnico a serviço da competitividade da agropecuária, da segurança jurídica e da valorização do homem do campo. O produtor rural sustenta a cadeia do agronegócio, respondendo diretamente por 17% do PIB sul-mato-grossense.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSOS
Fani Pacheco ousa em ensaio e faz post reflexivo: "Não perca seu Norte"
CAMPO GRANDE
Homem é preso após fazer gestante refém e ameaçar policiais
FUTEBOL DE BASE
Semifinais do Estadual Sub-17 começam neste fim de semana
NOVA ANDRADINA
Cinco são presos pela PM durante ações ostensivas
CLIMA
Especialista diz que MS terá chuva significativa apenas em setembro
CRIME AMBIENTAL
Usina é multada em mais de R$ 270 mil por incêndio em canavial
PREVENÇÃO
Sala integrada para controle e combate de incêndios é criada em MS
BRASIL
Encceja: candidatos com dificuldade de acesso podem ligar para 0800
BRASILEIRÃO
Bahia bate Galo em Minas na abertura da 16ª rodada
MOVIMENTO
Manifestantes vão à Praça Antônio João em ato contra queimadas

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher tem dedo amputado após empilhadeira a atingir enquanto fazia compras
DOURADOS
VÍDEO: Guarda agride rapaz em abordagem na UPA e corregedoria abre inquérito para apuração
VALE QUANTO?
Peritos imobiliários avaliam Douradão para venda ou aluguel a pedido da prefeitura
VIOLÊNCIA
Bandidos encapuzados invadem casa no Santo André e agridem idoso a coronhadas