Menu
Busca terça, 18 de junho de 2019
(67) 9860-3221
ENERGIA ELÉTRICA

15% da população de MS pode migrar para tarifa branca

09 janeiro 2019 - 18h50Por Da Redação

O Concen (Conselho dos Consumidores da Área de Concessão da Energisa) divulgou nesta quarta-feira, dia 09 de janeiro, que desde o dia 1º de janeiro de 2019, a opção pela tarifca branca está disponível para pessoas físicas ou jurídicas que consomem mais de 250 KWh/mês (cerca de 15,9 milhões de unidades consumidoras no País). 

Em Mato Grosso do Sul, na área de concessão da Energisa, que representa 1.018.269 consumidores em 74 municípios, 15% estão dentro do público elegível para adesão, nesta nova etapa. O alerta tem objetivo de ampliar o cadastramento dos possíveis beneficiados, que até o momento somam apenas 74 consumidores.

A tarifa branca sinaliza aos consumidores a variação do valor da energia conforme o dia e o horário do consumo. Ela é oferecida para as unidades consumidoras que são atendidas em baixa tensão (residências e pequenos comércios, por exemplo) e não se aplica a consumidores residenciais classificados como baixa renda, beneficiários de descontos previstos em Lei, e à iluminação pública.

AVALIAÇÃO 

De acordo com a presidente do Concen, Rosimeire Costa, antes do consumidor optar pela decisão da migração é necessário que realize uma análise criteriosa da demanda sobre a rotina da empresa para garantir a efetiva redução, que pode ficar entre 30% e 40% no consumo de energia elétrica. 

“Para isso, é preciso disciplina e que o consumidor não usufrua de carga total em residência de 16h30 a 21h30. Se não houver esse controle, no lugar de redução, pode haver até aumento no consumo, além de que uma migração não planejada prejudica toda sociedade porque a troca do equipamento custa em torno de R$ 1 mil, custo que não é pago individualmente e sim por todos os consumidores da área da concessão”, pontua a especialista.

INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES

Aprovada em 2016, a aplicação da tarifa segue um cronograma de preferência, de modo a priorizar as solicitações com as seguintes características:

• 1º de janeiro de 2018, para novas ligações e para unidades consumidoras com média anual de consumo mensal superior a 500 kW/h;

• 1º de janeiro de 2019 para unidades consumidoras com média anual de consumo mensal superior a 250 kW/h; e,

• 1º de janeiro de 2020 para todas as unidades consumidoras.

*Correio do Estado com informações da Assessoria de Comunicação da Energisa

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Portaria amplia autorização para trabalho aos domingos e feriados
RIO BRILHANTE
Traficante foge ao ver abordagem e abandona mais de 350kg de maconha
JUSTIÇA
Mãe e filho serão indenizados por ter imagem denegrida na internet
PROMOÇÃO
Rede Abevê Supermercados realiza último sorteio da Campanha Sonhos a bordo
PARAGUAI
Homem escapa de sequestro, mas acaba executado por pistoleiros em posto
DOURADOS
Torcedores veem meninas do Brasil à frente dos homens no futebol
CORPUS CHRISTI
Operação nas rodovias estaduais começa na quinta-feira
ECONOMIA
Dólar fecha em queda antes de Fed e de olho no exterior
FUTEBOL FEMININO
Com gol recorde de Marta, Brasil vence Itália e garante vaga nas oitavas da Copa do Mundo
DECOLA MS
Azambuja assina decreto de incentivo a ampliação de voos em MS

Mais Lidas

AQUIDAUANA
Douradense desaparece nas águas do rio Aquidauana durante banho
PARAGUAI
Motim termina com 10 mortos e presos queimados e decapitados
DOURADOS
Perseguição na Coronel Ponciano termina com homem preso e apreensão de mais de 700kg de maconha
MASSACRE EM SAN PEDRO
Ministro paraguaio promete expulsar membros do PCC após motim com 10 mortos