Menu
Busca sábado, 16 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
MEIO AMBIENTE

Turistas são presos e multados por fuga com 55 kg de pescado ilegal

14 setembro 2017 - 09h56

Equipes da Polícia Militar Ambiental de Aquidauana prenderam cinco pescadores por pesca e transporte de produto da pesca predatória. A PMA abordou um veículo GM/S-10 na tarde desta quarta-feira, dia 13 de setembro, durante fiscalização no município, na rodovia que liga a cidade de Aquidauana à Universidade Estadual (UEMS) e, dentro de uma caixa isotérmica que estava no veículo, foram encontrados 52 quilos de pescado, havendo vários exemplares de peixes, que os pescadores haviam capturado, sendo vários exemplares abaixo da medida permitida pela legislação.

Os pescadores, dois funcionários públicos e dois aposentados, respectivamente de 49, 53, 56 e 68 anos, residentes em Botucatu, no interior de São Paulo afirmaram ter capturado os peixes no rio Aquidauana. O pescado e o veículo foram apreendidos. Os pescadores tentavam desviar do posto de fiscalização da PMA localizado na BR 262.

Os infratores receberam voz de prisão e foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil de Aquidauana onde foram autuados em flagrante por crime ambiental de pesca e transporte de produto da pesca predatória, com pena prevista de uma a três anos de detenção. Os infratores também foram atuados administrativamente e foram multados em R$ 2.040,00 cada um. O pescado será doado para instituições filantrópicas.

Outra equipe, do Grupamento da PMA do Taquarussu, na BR 262, no município de Anastácio, prendeu no mesmo horário, um turista mineiro pelo mesmo motivo. O infrator, um produtor rural de 34 anos, residente em Gotardo, Minas Gerais estava em um ônibus com um grupo de turistas, que votava de uma pescaria no rio Miranda, na região do Passo da Lontra, e levava dois peixes da espécie pacu, pesando 3 kg, ambos abaixo da medida permitida pela legislação. O pescado foi apreendido.

O pescador foi conduzido à delegacia de Polícia Civil de Anastácio onde foi autuado em flagrante por crime ambiental de pesca e transporte de produto da pesca predatória, com pena prevista de uma a três anos de detenção. Os infratores também foram atuados administrativamente e foram multados em R$ 760,00. O pescado será doado para instituições filantrópicas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAUUUUU!!
Graciele Lacerda exibe corpão em foto e recebe enxurrada de elogios
PROVA ACONTECE AMANHÃ
Concurso da Educação terá reforço na segurança
BRASIL
eSocial já tem 24 milhões de trabalhadores cadastrados
490 EMPRESAS
Jucems registra em janeiro, melhor resultado em cinco anos
BRASIL
Após tragédia, futuro do Ninho do Urubu está indefinido
CAMPO GRANDE
Casa é queimada e morador acredita em fogo criminoso
PROVAS AMANHÃ
Agência orienta candidatos de concurso a não viajarem com transportadores clandestinos
CASO QUE CHOCOU
Homem que furtou corpo de cemitério disse ter ouvido vozes
BRASIL
Repasses de fevereiro a beneficiários do Bolsa Família vão até o dia 28
BELEZA NATURAL
Asfalto da MS-450 avança entre morros e potencializa o turismo na Estrada Ecológica

Mais Lidas

TRÂNSITO
Vídeo mostra acidente que matou duas pessoas em Dourados
TRÂNSITO QUE MATA
Dois morrem em colisão frontal em Dourados
DOURADOS
Jovem morre após troca de tiros com a polícia no Água Boa
JARDIM COLIBRI
Homem é executado na frente da mulher em Dourados