Menu
Busca quarta, 12 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221
MEIO AMBIENTE

Turistas são presos e multados por fuga com 55 kg de pescado ilegal

14 setembro 2017 - 09h56

Equipes da Polícia Militar Ambiental de Aquidauana prenderam cinco pescadores por pesca e transporte de produto da pesca predatória. A PMA abordou um veículo GM/S-10 na tarde desta quarta-feira, dia 13 de setembro, durante fiscalização no município, na rodovia que liga a cidade de Aquidauana à Universidade Estadual (UEMS) e, dentro de uma caixa isotérmica que estava no veículo, foram encontrados 52 quilos de pescado, havendo vários exemplares de peixes, que os pescadores haviam capturado, sendo vários exemplares abaixo da medida permitida pela legislação.

Os pescadores, dois funcionários públicos e dois aposentados, respectivamente de 49, 53, 56 e 68 anos, residentes em Botucatu, no interior de São Paulo afirmaram ter capturado os peixes no rio Aquidauana. O pescado e o veículo foram apreendidos. Os pescadores tentavam desviar do posto de fiscalização da PMA localizado na BR 262.

Os infratores receberam voz de prisão e foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil de Aquidauana onde foram autuados em flagrante por crime ambiental de pesca e transporte de produto da pesca predatória, com pena prevista de uma a três anos de detenção. Os infratores também foram atuados administrativamente e foram multados em R$ 2.040,00 cada um. O pescado será doado para instituições filantrópicas.

Outra equipe, do Grupamento da PMA do Taquarussu, na BR 262, no município de Anastácio, prendeu no mesmo horário, um turista mineiro pelo mesmo motivo. O infrator, um produtor rural de 34 anos, residente em Gotardo, Minas Gerais estava em um ônibus com um grupo de turistas, que votava de uma pescaria no rio Miranda, na região do Passo da Lontra, e levava dois peixes da espécie pacu, pesando 3 kg, ambos abaixo da medida permitida pela legislação. O pescado foi apreendido.

O pescador foi conduzido à delegacia de Polícia Civil de Anastácio onde foi autuado em flagrante por crime ambiental de pesca e transporte de produto da pesca predatória, com pena prevista de uma a três anos de detenção. Os infratores também foram atuados administrativamente e foram multados em R$ 760,00. O pescado será doado para instituições filantrópicas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUROS
Copom mantém taxa Selic em 6,5% ao ano pela sexta vez seguida
COTAÇÃO
Dólar fecha em queda com alívio das tensões comerciais no exterior
GOIÁS
MP pede prisão de João de Deus após denúncias de abuso sexual
CLIMA
Ventania levanta "nuvem de poeira" em Dourados
BRASIL
Temer sanciona lei que destina verba de loterias para segurança
ENCONTRO
Reinaldo entrega documento a Moro com 21 propostas para segurança do País
ASSEMBLEIA
Deputado propõe frente para proteção das unidades de conservação ambientais de MS
NOVO GOVERNO
Murilo e Geraldo são cotados para assumir secretarias no governo Azambuja
CONCAFRAS
Dourados será sede do maior evento de formação de voluntariado de MS
SÃO PAULO
Catedral de Campinas celebra missa em homenagem às vítimas de ataque

Mais Lidas

DOURADOS
Contador e esposa são presos na segunda fase da Operação Pregão
TRAGÉDIA
Neto matou avó com duas facadas nas costas
TRAGÉDIA EM ITAPORÃ
Antes de assassinato, menor discutiu com a avó porque queria vir para Dourados
DOURADOS
Polícia prende acusado de agredir e esfaquear idosa em assalto