Menu
Busca domingo, 21 de outubro de 2018
(67) 9860-3221
MEIO AMBIENTE

Turistas são presos e multados por fuga com 55 kg de pescado ilegal

14 setembro 2017 - 09h56

Equipes da Polícia Militar Ambiental de Aquidauana prenderam cinco pescadores por pesca e transporte de produto da pesca predatória. A PMA abordou um veículo GM/S-10 na tarde desta quarta-feira, dia 13 de setembro, durante fiscalização no município, na rodovia que liga a cidade de Aquidauana à Universidade Estadual (UEMS) e, dentro de uma caixa isotérmica que estava no veículo, foram encontrados 52 quilos de pescado, havendo vários exemplares de peixes, que os pescadores haviam capturado, sendo vários exemplares abaixo da medida permitida pela legislação.

Os pescadores, dois funcionários públicos e dois aposentados, respectivamente de 49, 53, 56 e 68 anos, residentes em Botucatu, no interior de São Paulo afirmaram ter capturado os peixes no rio Aquidauana. O pescado e o veículo foram apreendidos. Os pescadores tentavam desviar do posto de fiscalização da PMA localizado na BR 262.

Os infratores receberam voz de prisão e foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil de Aquidauana onde foram autuados em flagrante por crime ambiental de pesca e transporte de produto da pesca predatória, com pena prevista de uma a três anos de detenção. Os infratores também foram atuados administrativamente e foram multados em R$ 2.040,00 cada um. O pescado será doado para instituições filantrópicas.

Outra equipe, do Grupamento da PMA do Taquarussu, na BR 262, no município de Anastácio, prendeu no mesmo horário, um turista mineiro pelo mesmo motivo. O infrator, um produtor rural de 34 anos, residente em Gotardo, Minas Gerais estava em um ônibus com um grupo de turistas, que votava de uma pescaria no rio Miranda, na região do Passo da Lontra, e levava dois peixes da espécie pacu, pesando 3 kg, ambos abaixo da medida permitida pela legislação. O pescado foi apreendido.

O pescador foi conduzido à delegacia de Polícia Civil de Anastácio onde foi autuado em flagrante por crime ambiental de pesca e transporte de produto da pesca predatória, com pena prevista de uma a três anos de detenção. Os infratores também foram atuados administrativamente e foram multados em R$ 760,00. O pescado será doado para instituições filantrópicas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Mulher de 40 anos é assaltado quando desembarcava de ônibus
UEMS
Conselho de Ética abre inscrições para eleição de representantes
EMPREGO
Ao menos 7 órgãos abrem amanhã inscrições para mais de 100 vagas
FÁTIMA DO SUL
‘Tuzin’ morre após colidir motocicleta em rotatória
SHOWBIZ
Sabrina Sato coloca fim a mistério e revela nome pra lá de diferente da filha
INTOLERÂNCIA
UFGD divulga Nota de Repúdio sobre "Suástica" em painel
CRIME AMBIENTAL
Pecuarista é autuado por desmatamento de vegetação nativa
TRÂNSITO
Acidentes com vítimas caem 18% até agosto, revela DPVAT
MARCELINO PIRES
Polícia registra mais um furto de motocicleta em Dourados
ELEIÇÕES 2018
TSE prepara anúncio de medidas de combate às fake news

Mais Lidas

DOURADOS
Familiares e amigos dão adeus a empresário e filho mortos em acidente
DOURADOS
Bandidos atiram contra viatura e abandonam carro tomado em assalto
DOURADOS
Dupla é flagrada furtando comércio no Centro
TRÁFICO
Quadrilha que distribua cocaína é desarticulada em MS