Menu
Busca quinta, 21 de novembro de 2019
(67) 9860-3221
MEIO AMBIENTE

Turistas são autuados em R$ 1,5 mil por pesca ilegal no rio Miranda

06 outubro 2017 - 12h05Por Da Redação

Durante patrulhamento fluvial no rio Miranda, no município de Anastácio, Policiais Ambientais do Grupamento do Distrito de Águas do Miranda, em Bonito autuaram na tarde desta quinta-feira, dia 05 de outubro, três pescadores, residentes em São Paulo, por pescarem sem autorização ambiental.

Os pescadores, de 45, 47 e 48 anos, foram surpreendidos quando estavam em duas embarcações, nas proximidades do pesqueiro Jundiaiense, a 60 km da cidade de Anastácio, iniciavam a pescaria e ainda não tinham capturado nenhum pescado.

Com eles foram aprendidos dois barcos, dois motor de popa e três molinetes com varas. Cada infrator foi autuado administrativamente e multado em R$ 500,00, perfazendo R$ 1.500,00.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PONTA PORÃ
Homem é executado a tiros em frente a aeroporto na fronteira
ECONOMIA
MS tem saldo de 19,7 mil contratações com carteira assinada em 2019
JUDICIÁRIO
Moraes vota a favor do envio de dados da Receita e do antigo Coaf
MILÍCIA ARMADA
Foragido, hacker preso em SC é transferido para MS após prisão
FUNDECT/SEBRAE
Bolsa de 3 mil reais seleciona candidato para trabalhar com inovação
BRASIL
Número de novo partido Aliança pelo Brasil será 38, diz Bolsonaro
SAÚDE
Galvão Bueno sente mal-estar em Lima e está fora da final da Libertadores
Dois homens sobrevivem após carro capotar e parar a 25 metros em mata
POLÍTICA
Senador alerta para risco do Brasil perder acordo de livre comércio
POLÍCIA
Quadrilha que furtava fazendas nas proximidades de Campo Grande é presa

Mais Lidas

TENTATIVA DE FEMINICÍDIO
Ex esperou mulher chegar de curso para tentar matá-la no Estrela Verá
DOURADOS
Corregedoria abre sindicância para apurar ação da Guarda que terminou em morte
DOURADOS
Secretaria de Saúde contrata pessoal para limpeza com salários de R$ 1 mil a R$ 1,4 mil
JÚRI POPULAR
Primeira tentativa de feminicídio do ano ocorre às vésperas de julgamento por crime de 2018