Menu
Busca quinta, 27 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221
AÇÃO POLICIAL

Mais dois são presos suspeitos de sequestrar motorista de aplicativo em Dourados

10 setembro 2019 - 17h20Por Adriano Moretto e Osvaldo Duarte

Os três homens suspeitos de sequestrarem motorista de aplicativo na manhã desta terça-feira (10/9) em Dourados foram presos em Laguna Carapã.

Após o flagrante em um deles, Miguel Elias Farias, 27, os outros dois se esconderam em região de mata.

Policiais civis e militares encontraram dois homens que são suspeitos do caso, porém, as buscas continuam no local. 

Conforme apurado até o momento, o grupo acionou o condutor do Toyota Corolla para uma corrida e durante o trajeto anunciou o roubo. Dois integrantes estavam armados. 

Os suspeitos seguiram até Laguna com o motorista dentro do carro. A Polícia Militar foi acionada através de alerta e efetuou a abordagem próximo a cidade. Houve tentativa de fuga e o Corolla foi abandonado com a vítima dentro. 

Miguel acabou preso no momento da ação, enquanto os outros fugiram. 

O motorista do veículo não sofreu ferimentos. 

A ocorrência segue em andamento. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESPORTES
Atlético-MG anuncia a demissão do técnico Rafael Dudamel
EDITAL
Edital Uniodonto
RUA MONTE ALEGRE
Mulher tem casa invadida e ‘limpa’ em furto na Vila Planalto
DOURADOS
Com mais de R$ 60 mil acumulados, homem é preso por não pagar pensão
AQUIDAUANA
Trio é preso com carro furtado após atropelar motociclista
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 200 milhões nesta quinta-feira
ECONOMIA
Sefaz-MS disponibiliza página de autoatendimento do IPVA na internet
PEDRO JUAN
Rapaz de 29 anos desaparece e carro é encontrado queimado na fronteira
FUTEBOL
Águia Negra é goleado em SP e se despede da Copa do Brasil
EDUCAÇÃO
Fies: candidatos já podem acessar resultados no site do programa

Mais Lidas

MULTIDÃO
Carnaval na praça central de Dourados termina em ‘confusão e sujeira’
DOURADOS
Mulher tenta sair de mercado com quase R$ 700 em compras sem pagar
INVESTIGAÇÃO
Ex-prefeito de Amambai foi morto após discussão por desacordo trabalhista
PONTA PORÃ
Estado monitora caso suspeito de Coronavírus na fronteira