Menu
Busca quinta, 24 de outubro de 2019
(67) 9860-3221
AQUIDAUANA

Três meses após acidente de bicicleta, mulher morre em hospital

11 outubro 2019 - 15h23Por Da Redação

Maria Rosa de Brito, 66, morreu aproximadamente três meses após sofrer acidente grave com a bicicleta em que estava. O fato ocorreu em Aquidauana.

Conforme o Campo Grande News, o filho da vítima disse à polícia que a mãe passou a reclamar de dores e ficou com a saúde debilitada após o caso.

Na ocasião, Maria teve traumatismo craniano e perdeu muito sangue. Ela foi socorrida e levada à Santa Casa de Campo Grande, onde permaneceu por uma semana e recebeu alta.

Sem se alimentar direito e reclamando de dores no estômago, Maria retornou à Capital para fazer exames mais detalhados e descobriu que estava com anemia. Ainda de acordo com o Campo Grande News, ontem à tarde, a mulher voltou a reclamar de dores e foi levada à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) das Moreninhas, onde foi novamente internada.

Ela sofreu parada cardíaca, foi reanimada, mas não resistiu. O óbito foi constatado às 16h. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Comparsa de homicídio de adolescente é condenado a 8 anos
BALANÇO
TRE/MS realiza audiência para tratar da biometria em Terenos
CESSÃO ONEROSA
Congresso aprova projeto que garante R$ 34,6 bi à Petrobras
CAPITAL
Falso repórter engana treinador de futebol com entrevista e clona WhatsApp
UEMS
Mestrado em Ensino em Saúde prorroga período de inscrições
NOVA ALVORADA
Homem esfaqueou pastor porque ele ‘fomentava’ separação, diz polícia
REFORMA APROVADA
Ponto a ponto: saiba o que vai mudar nas aposentadorias
TRÊS LAGOAS
Homem atira para matar ex-mulher e acaba baleando dono de restaurante
MÚSICA
Livro sugere que Raul Seixas entregou Paulo Coelho à ditadura
MEIO AMBIENTE
PMA usa satélite e drone para autuar infrator por desmatamento

Mais Lidas

HAYEL BON FAKER
Homens são presos fazendo sexo em via pública em Dourados
DOURADOS
Três são presos após ‘batida’ em ‘boca de fumo’ no Jardim Pantanal
DOURADOS
“Se não pagar vocês não vão dormir, não vão ter paz”, ameaçou professora indígena presa por extorsão
TRÁFICO
Economista e corretor são presos com mais de 30kg de cocaína