Menu
Busca quinta, 17 de outubro de 2019
(67) 9860-3221
MS

Traficante é preso com quase 300 kg de maconha em Nova Andradina

25 junho 2019 - 18h35Por Da redação

Homem de 36 anos foi preso por tráfico de drogas, nesta terça-feira (25), na MS-291, em Nova Andradina. Ação da PRF (Polícia Rodoviária Federal) identificou o criminoso que tentou fugir, mas foi capturado. 

Equipe policial realizava fiscalização no km 114, quando deu ordem de parada ao condutor de um veículo VW/Gol, placas de Belo Horizonte/MG que não obedeceu o comando e tentou empreender fuga. 

Foi iniciada perseguição policial e posteriormente o suspeito perdeu controle do veículo e parou no acostamento às margens da rodovia. Ele fugiu a pé em direção a uma mata, mas, foi localizado posteriormente por uma equipe da Polícia Civil.

Durante análises no Gol foram encontrados vários tabletes de maconha. Após pesada, a droga totalizou 292 kg. 

O preso, o veículo e a droga foram encaminhados à Polícia Civil em Nova Andradina.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

UEMS
Terminam hoje as inscrições do workshop “Redação de Patentes - Além dos Guias”
JUDICIÁRIO
Supremo julga nesta quinta-feira prisão após segunda instância
DINHEIRO NOVO
Pagamento do Pis/pasep aos nascidos em outubro começa nesta quinta
Carreta carregada com material bélico do Exército tomba na divisa com MS
TEMPO
Quinta-feira de sol com aumento de nebulosidade em Dourados
INVESTIMENTO
MEC vai liberar mais R$ 43 milhões para 96 obras em universidades
UEMS
Semana Técnica de Computação acontece de 21 a 25 de outubro
SAÚDE
Senado aprova obrigação de exame em 30 dias para diagnóstico de câncer
FERRAMENTA
Banco do Brasil lança cartão para escolas públicas comprarem merenda
UFGD
Centro de Formação abre 50 novas vagas para Cursinho Pré-vestibular

Mais Lidas

POLÍCIA
Irmãos são detidos após polícia encontrar droga no Jardim Flórida
DOURADOS
Ciclista morre no HV após ser atropelado por ônibus
DOURADOS
UPA passa a atender apenas casos de urgência e emergência
EXPULSÃO
Chefão do narcotráfico é entregue à Polícia Federal brasileira