Menu
Busca terça, 19 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
PONTA PORÃ

Tatuador foi executado por pistoleiros em moto com tiros calibre 9mm

06 dezembro 2018 - 06h59Por Da Redação

Assassinado na noite desta quarta-feira, dia 05 de dezembro, em Ponta Porã, cidade localizada na região de fronteira com o Paraguai, o tatuador paraguaio Nicanor Garay Ovelar, de 40 anos, foi alvo de disparos de pistola calibre 9 milímetros. Mas ainda não há informações da quantidade de tiros que teriam acertado a vítima.

Conforme apurou a reportagem do site Campo Grande News, ele estava sentado em frente ao próprio estúdio, na esquina das ruas Marechal floriano com a Baltazar Saldanha, quando foi atingido. Nicanor ainda teria tentado fugir dos dois pistoleiros que estavam em uma motocicleta, mas não resistiu.

A dupla fugiu logo em seguida e ainda não foi encontrada pela polícia. O tatuador foi morto cerca de 5 horas depois de Wanderley Almeida, também foi assassinato, na tarde de ontem, em sua tornearia localizada na rua Antônia Capilé, em Ponta Porã. Ninguém foi preso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
SUS oferece atendimento gratuito às pessoas que sofrem com alcoolismo
CHEIRO DE POLÊMICA?!
Zé Loreto é criticado por suposto caso com Marina Ruy Barbosa
DOURADOS
Promotores vão à Câmara entregar documentos de investigação contra vereadores
CORONEL SAPUCAIA
Ação conjunta prende dupla e apreende menor suspeito de roubo
DOURADOS
"Lata de sardinha": universitários sofrem com ônibus lotados para chegar até Universidades
AÇÃO DA PF
Apresentação realizada na Capital deu nome à Operação da PF
ARTIGO
A difícil arte de ser honesto
PREVENÇÃO
SES ressalta sobre cuidados para prevenir dengue
CRIME EM 10 DE FEVEREIRO
Acusados de matar jovem a facadas em Dourados se apresentam à polícia
DOURADOS
Clínica Veterinária Unigran é a única que atende animais silvestres na região da Grande Dourados

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Motociclista atropela, mata criança de 1 ano em Dourados e foge do local
DOURADOS
Motorista tenta desviar de outro veículo e bate carro em árvore
NOVA ANDRADINA
Mãe de 16 anos mata filha de apenas 21 dias
DOURADOS
Um ano após pedido de demissão, ex-secretário de Délia retorna à prefeitura