Menu
Busca sábado, 20 de julho de 2019
(67) 9860-3221
PONTA PORÃ

Tatuador foi executado por pistoleiros em moto com tiros calibre 9mm

06 dezembro 2018 - 06h59Por Da Redação

Assassinado na noite desta quarta-feira, dia 05 de dezembro, em Ponta Porã, cidade localizada na região de fronteira com o Paraguai, o tatuador paraguaio Nicanor Garay Ovelar, de 40 anos, foi alvo de disparos de pistola calibre 9 milímetros. Mas ainda não há informações da quantidade de tiros que teriam acertado a vítima.

Conforme apurou a reportagem do site Campo Grande News, ele estava sentado em frente ao próprio estúdio, na esquina das ruas Marechal floriano com a Baltazar Saldanha, quando foi atingido. Nicanor ainda teria tentado fugir dos dois pistoleiros que estavam em uma motocicleta, mas não resistiu.

A dupla fugiu logo em seguida e ainda não foi encontrada pela polícia. O tatuador foi morto cerca de 5 horas depois de Wanderley Almeida, também foi assassinato, na tarde de ontem, em sua tornearia localizada na rua Antônia Capilé, em Ponta Porã. Ninguém foi preso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NORONHA
Isis Valverde relembra foto de biquíni em cenário paradisíaco
FATALIDADE
Vítimas de grave acidente em Bataguassu serão veladas neste sábado
JUSTIÇA
Direitos da criança e do índio são preservados em adoções por indígenas
CAPITAL
Polícia pede prisão de comerciante suspeito de matar o próprio tio
LEGISLAÇÃO
Detran esclarece Lei que permite transferência de multas e pontos na CNH
CORRUPÇÃO
Traficantes acusam polícia paraguaia de cobrar R$ 30 mil para liberar droga
ESPORTES
Mundo Novo abre a 2ª fase da Copa Assomasul de futebol
CORUMBÁ
Justiça nega prisão de médico suspeito de cobrar por cirurgia do SUS
CAMPO GRANDE
Homem agride ex-esposa gestante em posto de saúde e acaba preso
MINISTÉRIO PÚBLICO
Concurso da PRF: após ação, banca convoca mais candidatos negros

Mais Lidas

DOURADOS
Homem é baleado com quatro tiros no Estrela Verá
DOURADOS
AGORA: Homem é baleado no Estrela Verá
INVESTIGAÇÕES
Preso no RJ, suspeito de planejar morte de “chefão da fronteira” é acusado de lavagem de dinheiro em MS
FRONTEIRA
Pistoleiro preso acusado de matar fazendeiro é membro do Comando Vermelho