Menu
Busca quinta, 21 de março de 2019
(67) 9860-3221

Representantes das Lojas Americanas esclarecem caso de agressão

24 maio 2011 - 11h41

Representantes das Lojas Americanas, em audiência na manhã desta terça-feira (24), apresentaram na Câmara Municipal sua versão a respeito da agressão ao cliente Marcio Antonio de Souza, ocorrida há um mês, depois de abordagem que teria sido motivada pela suspeita de furto de ovos de Páscoa.

Conforme informações do site Campo Grande News, o advogado da empresa, Silzemar Mendonça, disse aos vereadores que as Lojas Americanas “repudiam e não aceitam qualquer tipo de agressão”, mas manteve a tese de que o vigilante Décio Garcia de Souza agiu em “legítima defesa”.

Décio normalmente não atuava nas Lojas Americanas, mas, por ser chefe da segurança na empresa FV (que é responsável pelo serviço nas Americanas), teria sido deslocado para reforçar a vigilância na loja em virtude do grande movimento da véspera da Páscoa.

Ainda de acordo com Mendonça as fitas entregues à polícia mostram Márcio dando empurrões em Décio enquanto era conduzido à sala da gerência da loja. Isto comprovaria a alegação de que o vigilante agiu em reação às atitudes de Marcio. A empresa de vigilância teria afastado Décio das funções temporariamente, enquanto a polícia investiga o caso.

A posição oficial das Lojas Americanas é aguardar a conclusão das investigações e da atuação do judiciário a respeito do ocorrido e em momento algum a empresa assumiu qualquer tipo de responsabilidade pelo ocorrido.

No plenário, Marcio, acompanhado de sua advogada Regina Bezerra, apenas assistiu à explanação do advogado da empresa, mas aceitou o convite dos vereadores para falar também a respeito do caso.

Uma nova audiência ficou marcada para esta quarta-feira (25), às 9h ocasião em que também será ouvido o presidente do Sindicato dos Vigilantes de Campo Grande e Região, Celso Adriano Gomes da Rocha.

Sem filmagem - Depois da audiência a advogada de Marcio, Regina Bezerra, disse que é falsa a informação de que haja registro em vídeo de seu cliente empurrando o vigilante. “Não tem nada disso nas fitas entregues à polícia. Ao contrário, o que as filmagens mostram é que Marcio é que foi empurrado por Décio todo o tempo, enquanto era conduzido até a sala”, afirmou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Camila Alves resgata foto com barriga chapada e diz: "antes das crianças"
AMAMBAI
Homem de 43 anos morre após sofrer mal súbito no local de trabalho
ECONOMIA
Conta de luz pode ter aumento de 15% a partir de abril em MS
JUDICIÁRIO
STF adia julgamento sobre compartilhamento de dados da Receita
CRIME AMBIENTAL
Paulistas são multados em R$ 2,5 mil por transportar pescado ilegal
CAPITAL
Com dores e febril após parto, mulher expele pano durante o banho
LEÃO
Receita recebe quase 5 milhões de declarações do IR em duas semanas
CORUMBÁ
Pai e 2 filhos são presos ao manter depósito de combustível no quintal
CONCURSO
Governo abre seleção profissionais para gestão de recursos hídricos
SAÚDE
STJ autoriza João de Deus a deixar prisão para tratamento médico

Mais Lidas

PREJUÍZO
Chuva forte derruba árvores e deixa ruas alagadas em Dourados
IMPETUS
“Central de inteligência” do PCC que planejava matar servidores de MS é desarticulada na PED
DOURADOS
Defesa Civil mantém alerta com “chuvarada” que deve continuar na região
PONTA PORÃ
Chuva forte causa transtornos e casal cai de moto em meio a enxurrada; veja vídeo