Menu
Busca sexta, 23 de agosto de 2019
(67) 9860-3221

Representantes das Lojas Americanas esclarecem caso de agressão

24 maio 2011 - 11h41

Representantes das Lojas Americanas, em audiência na manhã desta terça-feira (24), apresentaram na Câmara Municipal sua versão a respeito da agressão ao cliente Marcio Antonio de Souza, ocorrida há um mês, depois de abordagem que teria sido motivada pela suspeita de furto de ovos de Páscoa.

Conforme informações do site Campo Grande News, o advogado da empresa, Silzemar Mendonça, disse aos vereadores que as Lojas Americanas “repudiam e não aceitam qualquer tipo de agressão”, mas manteve a tese de que o vigilante Décio Garcia de Souza agiu em “legítima defesa”.

Décio normalmente não atuava nas Lojas Americanas, mas, por ser chefe da segurança na empresa FV (que é responsável pelo serviço nas Americanas), teria sido deslocado para reforçar a vigilância na loja em virtude do grande movimento da véspera da Páscoa.

Ainda de acordo com Mendonça as fitas entregues à polícia mostram Márcio dando empurrões em Décio enquanto era conduzido à sala da gerência da loja. Isto comprovaria a alegação de que o vigilante agiu em reação às atitudes de Marcio. A empresa de vigilância teria afastado Décio das funções temporariamente, enquanto a polícia investiga o caso.

A posição oficial das Lojas Americanas é aguardar a conclusão das investigações e da atuação do judiciário a respeito do ocorrido e em momento algum a empresa assumiu qualquer tipo de responsabilidade pelo ocorrido.

No plenário, Marcio, acompanhado de sua advogada Regina Bezerra, apenas assistiu à explanação do advogado da empresa, mas aceitou o convite dos vereadores para falar também a respeito do caso.

Uma nova audiência ficou marcada para esta quarta-feira (25), às 9h ocasião em que também será ouvido o presidente do Sindicato dos Vigilantes de Campo Grande e Região, Celso Adriano Gomes da Rocha.

Sem filmagem - Depois da audiência a advogada de Marcio, Regina Bezerra, disse que é falsa a informação de que haja registro em vídeo de seu cliente empurrando o vigilante. “Não tem nada disso nas fitas entregues à polícia. Ao contrário, o que as filmagens mostram é que Marcio é que foi empurrado por Décio todo o tempo, enquanto era conduzido até a sala”, afirmou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Délia revoga nomeação de coordenadora da intervenção na Funsaud
DOURADOS
VÍDEO: Guarda agride rapaz em abordagem na UPA e corregedoria abre inquérito para apuração
VALE QUANTO?
Peritos imobiliários avaliam Douradão para venda ou aluguel a pedido da prefeitura
REUNIÃO
Procon cobra maior agilidade de atendimento em agências bancárias
PONTA PORÃ
Condenado por homicídio é preso na fronteira
OPERAÇÃO COLLIMATUS
Ação contra facção criminosa cumpriu 28 mandados de prisão em MS
BRASIL
Lava Jato investiga crimes que causaram prejuízos de R$ 6 bilhões
SAÚDE E ESTÉTICA
Você sabe o que é melasma?
MS
TJ mantém condenação por falsidade ideológica em certidão de óbito
FOGO
Número de queimadas aumenta quase 100% em Dourados em relação a 2018

Mais Lidas

TRÂNSITO
Empresa desliga mais de 30 lombadas eletrônicas em Dourados após rescisão contratual
DOURADOS
Veículo é consumido pelas chamas no Água Boa; veja vídeo
CRIME ORGANIZADO
Operação contra o PCC cumpre 30 mandados de prisão em cidades de MS
DOURADOS
Coordenador diz que Samu tentou reanimar acidentado por uma hora em HV sem médico