Menu
Busca terça, 20 de novembro de 2018
(67) 9860-3221

Representantes das Lojas Americanas esclarecem caso de agressão

24 maio 2011 - 11h41

Representantes das Lojas Americanas, em audiência na manhã desta terça-feira (24), apresentaram na Câmara Municipal sua versão a respeito da agressão ao cliente Marcio Antonio de Souza, ocorrida há um mês, depois de abordagem que teria sido motivada pela suspeita de furto de ovos de Páscoa.

Conforme informações do site Campo Grande News, o advogado da empresa, Silzemar Mendonça, disse aos vereadores que as Lojas Americanas “repudiam e não aceitam qualquer tipo de agressão”, mas manteve a tese de que o vigilante Décio Garcia de Souza agiu em “legítima defesa”.

Décio normalmente não atuava nas Lojas Americanas, mas, por ser chefe da segurança na empresa FV (que é responsável pelo serviço nas Americanas), teria sido deslocado para reforçar a vigilância na loja em virtude do grande movimento da véspera da Páscoa.

Ainda de acordo com Mendonça as fitas entregues à polícia mostram Márcio dando empurrões em Décio enquanto era conduzido à sala da gerência da loja. Isto comprovaria a alegação de que o vigilante agiu em reação às atitudes de Marcio. A empresa de vigilância teria afastado Décio das funções temporariamente, enquanto a polícia investiga o caso.

A posição oficial das Lojas Americanas é aguardar a conclusão das investigações e da atuação do judiciário a respeito do ocorrido e em momento algum a empresa assumiu qualquer tipo de responsabilidade pelo ocorrido.

No plenário, Marcio, acompanhado de sua advogada Regina Bezerra, apenas assistiu à explanação do advogado da empresa, mas aceitou o convite dos vereadores para falar também a respeito do caso.

Uma nova audiência ficou marcada para esta quarta-feira (25), às 9h ocasião em que também será ouvido o presidente do Sindicato dos Vigilantes de Campo Grande e Região, Celso Adriano Gomes da Rocha.

Sem filmagem - Depois da audiência a advogada de Marcio, Regina Bezerra, disse que é falsa a informação de que haja registro em vídeo de seu cliente empurrando o vigilante. “Não tem nada disso nas fitas entregues à polícia. Ao contrário, o que as filmagens mostram é que Marcio é que foi empurrado por Décio todo o tempo, enquanto era conduzido até a sala”, afirmou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EMPREGO
Comarca de Naviraí abre seleção de estagiários de Direito
PARALIMPÍADAS ESCOLARES
MS participa do maior evento paradesportivo Escolar do Mundo
POLÍTICA
Projeto que flexibiliza Lei da Ficha Limpa é arquivado do Senado
PARAGUAI
Sobrinho de prefeito foi executado por terroristas com 11 tiros
FUTEBOL
Brasil vence Camarões por 1 a 0 no último amistoso do ano
EDUCAÇÃO
Enem vai mudar e terá dias de prova geral e específica, diz ministro
FUTEBOL
Datas e regulamento do Estadual mudam um dia após arbitral
DOURADOS
Comafro promove atividade pelo Dia da Consciência Negra
CULTURA
Filme de MS conquista dois prêmios em festival internacional de cinema
OMISSÃO DE SOCORRO
MPF quer abertura de inquérito policial para apurar atropelamento de crianças em MS

Mais Lidas

DOURADOS
Antes de ser assassinado, homem passou por ‘tribunal do crime’
BORORÓ
Adolescente morre ao tocar em cerca elétrica em Dourados
DOIS MESES DEPOIS
Acusados de matar rapaz em Dourados serão apresentados hoje
MARCELO PILOTO
Traficante brasileiro é expulso do Paraguai após matar mulher em cela