Menu
Busca sexta, 18 de janeiro de 2019
(67) 9860-3221

Quatro ladrões são presos por roubo de R$ 35 mil

21 maio 2011 - 14h18

Quatro pessoas foram presas pelo roubo de R$ 35 mil na saída do banco Bradesco, na avenida Coronel Antonino, em Campo Grande. A vítima é funcionária da empresa Consórcio Nacional Shopping Norte Sul Plaza e o dinheiro seria para o pagamento de serviços de pintura aos funcionários da empreiteira.
A Derf (Delegacia Especializada de Repressão aos Roubos e Furtos) prendeu os ladrões duas horas e meia depois do roubo, registrado às 15h30 de ontem. As prisões foram em dois bairros: Cidade Morena e Arnaldo Estevão de Figueiredo.
Outros dois integrantes da quadrilha estão foragidos. A polícia recuperou R$ 8.100. De acordo com o delegado Fábio Peró, era a primeira vez que o grupo agia naquela agência.

“Eles agiam nas agências da região central e começaram a ser monitorados pela polícia no começo do ano”, afirma. Porém, desconfiados da investigação, eles trocaram o local de atuação. O grupo participou de pelo menos outros sete roubos, conhecidos como “saidinha de banco”.

O delegado explica que o grupo se dividia entre as "olheiras" – mulheres que entram no banco em busca de vítimas – e os executores – homens que faziam os roubos.

As "olheiras" chegavam à agência bancária por volta das 15h. Uma ou duas ficam do lado de fora para alertar sobre a presença policial. Dentro do banco, as outras procuravam vítimas. “Ficam enrolando dentro da agência. Sai da fila para ir ao balcão de atendimento.

Fazendo hora”, explica o delegado.No roubo, as mulheres viram quando a vítima saiu do banco com uma sacola de supermercado e ligaram para o comparsa. O homem foi roubado próximo à agência, quando já estava dentro do seu veículo.

O assaltante estava armado com revólver. “Nos roubos, eles levam mil reais R$ 6 mil, R$ 25 mil”, aponta Peró. A maior parte do dinheiro fica com os autores do roubo. A segunda maior parcela vai para a “olheira” que lidera a quadrilha, enquanto as demais mulheres recebem entre R$ 300 e R$ 500 por assalto.

Os presos vão responder por roubo qualificado e formação de quadrilha. A polícia procura pelos foragidos e não divulgou os nomes dos presos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Dólar sobe nesta sexta e termina a semana em alta
CAMPO GRANDE
Homem atira contra mulher, pula de cachoeira e morre
DOURADOS
Consumidores reclamam dos valores nas contas e prometem protesto contra a Energisa
DOURADOS
Investigado por corrupção, Idenor Machado volta a ser preso
ABIGEATO
Grupo que furtava gado é flagrado e cinco são presos
BRASIL
Seguro-desemprego é reajustado em 3,43%
BALANÇO
MS abriu 6.360 empresas em 2018, melhor desempenho dos últimos 4 anos
BRASIL
Fux decide que não há urgência em ação contra posse de armas
ITAPORÃ
Raio atinge casa de vereador e quebra antena ao meio
DICAS
Como investir em opções binárias em 2019

Mais Lidas

VINGANÇA
Após execução, fronteira entra em alerta para “guerra sangrenta” por domínio do tráfico
FRONTEIRA
Ex-candidato a prefeito, tio de narcotraficante é executado em Ponta Porã
DOURADOS
Homem danifica carro por vingança em estacionamento de hipermercado e acaba preso
POLÍCIA
Rapaz é preso acusado de realizar ‘disk-droga’ em Dourados