Menu
Busca quinta, 19 de julho de 2018
(67) 9860-3221

Quatro ladrões são presos por roubo de R$ 35 mil

21 maio 2011 - 14h18

Quatro pessoas foram presas pelo roubo de R$ 35 mil na saída do banco Bradesco, na avenida Coronel Antonino, em Campo Grande. A vítima é funcionária da empresa Consórcio Nacional Shopping Norte Sul Plaza e o dinheiro seria para o pagamento de serviços de pintura aos funcionários da empreiteira.
A Derf (Delegacia Especializada de Repressão aos Roubos e Furtos) prendeu os ladrões duas horas e meia depois do roubo, registrado às 15h30 de ontem. As prisões foram em dois bairros: Cidade Morena e Arnaldo Estevão de Figueiredo.
Outros dois integrantes da quadrilha estão foragidos. A polícia recuperou R$ 8.100. De acordo com o delegado Fábio Peró, era a primeira vez que o grupo agia naquela agência.

“Eles agiam nas agências da região central e começaram a ser monitorados pela polícia no começo do ano”, afirma. Porém, desconfiados da investigação, eles trocaram o local de atuação. O grupo participou de pelo menos outros sete roubos, conhecidos como “saidinha de banco”.

O delegado explica que o grupo se dividia entre as "olheiras" – mulheres que entram no banco em busca de vítimas – e os executores – homens que faziam os roubos.

As "olheiras" chegavam à agência bancária por volta das 15h. Uma ou duas ficam do lado de fora para alertar sobre a presença policial. Dentro do banco, as outras procuravam vítimas. “Ficam enrolando dentro da agência. Sai da fila para ir ao balcão de atendimento.

Fazendo hora”, explica o delegado.No roubo, as mulheres viram quando a vítima saiu do banco com uma sacola de supermercado e ligaram para o comparsa. O homem foi roubado próximo à agência, quando já estava dentro do seu veículo.

O assaltante estava armado com revólver. “Nos roubos, eles levam mil reais R$ 6 mil, R$ 25 mil”, aponta Peró. A maior parte do dinheiro fica com os autores do roubo. A segunda maior parcela vai para a “olheira” que lidera a quadrilha, enquanto as demais mulheres recebem entre R$ 300 e R$ 500 por assalto.

Os presos vão responder por roubo qualificado e formação de quadrilha. A polícia procura pelos foragidos e não divulgou os nomes dos presos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UFGD
Dourados será sede de Encontro Nacional de Gestão Ambiental
CAMPO GRANDE
OAB/MS abre procedimento contra advogada suspeita de golpe milionário
CUIABÁ
'Homem-Aranha' escala 10 andares de prédio e invade apartamentos
PROMOÇÃO
Juiz Jonas Hass de Dourados é empossado desembargador do TJ/MS
PONTA PORÃ
Jovem é preso com dinheiro falso comprado no Paraguai
DEFESA
Segurança Pública anuncia operação na fronteira de nove estados
CRIME ORGANIZADO
Chefão do PCC preso em Assunção já está em poder da PF
UEMS
Educação a Distância promove curso de formação para acadêmica
FRONTEIRA
Oficial de Justiça é feita refém por homem revoltado com intimação
SELEÇÃO
Corpo de Bombeiros de MS abre inscrições para voluntários músicos

Mais Lidas

DOURADOS
“Aqui é PCC!”, disseram atiradores que mataram dupla
CAMPO GRANDE
Douradense é preso acusado de ser mandante de tentativa de roubo de avião
DOURADOS
Maconha apreendida em caminhão e casa no Água Boa totalizou mais de 4,3t
DOURADOS
Ladrões levaram mais de R$ 1,5 mil em assalto a padaria