Menu
Busca quinta, 18 de abril de 2019
(67) 9860-3221
ESPECIALIZADA

Quadrilha roubou quase 40 veículos durante quatro meses em Dourados

08 novembro 2018 - 10h40Por Adriano Moretto e Osvaldo Duarte

Quadrilha especializada no roubo de veículos em Dourados é responsável por pelo menos 38 vítimas no município ao longo de aproximadamente quatro meses. Os dados foram repassados ao Dourados News nesta quinta-feira (8/11) pelo delegado do SIG (Setor de Investigações Gerais), Rodolfo Daltro.

Do grupo, composto por oito pessoas, dois morreram em confronto com a polícia e dois estão presos.

Já quatro criminosos ainda se encontram foragidos, porém, identificados e com mandados de prisão expedidos pela Justiça. 

Hoje pela manhã, o delegado apresentou duas pessoas presas na tarde de quarta (7/11), na região da Sitioca Campo Belo, por envolvimento nesses crimes. 

Um deles, Rener Pimentel, 21, é considerado de alta periculosidade e possuía sete mandados de prisão expedidos contra ele. O outro é Adriano Aparecido Souza Plácido, 35, que estava na companhia do rapaz e participou da ação orquestrada pelo comparsa na terça-feira, quando duas motos foram roubadas no município. Com eles os policiais apreenderam um revólver calibre 22.

No momento do flagrante, ambos tentavam fugir para a região de fronteira. 

Na ocasião, duas mulheres foram detidas dentro de um táxi que daria o suporte aos suspeitos. Elas prestaram depoimento e liberadas posteriormente. 

A quadrilha 

De acordo com Rodolfo Daltro, a quadrilha agia em oito pessoas e os assaltos começaram em junho. “Desde junho detectamos vários roubos a caminhonete e automóveis, todos de formas semelhantes”, contou. 

Além dos carros de luxo, o grupo também realizava roubos a motos de altas e baixas cilindradas.
“São oito roubos a carros de luxo e 10 de motos acima de 300cc, além de 20 roubos de motos com cilindradas mais baixa, como Titan e Biz”, disse o delegado. Os veículos de baixa cilindradas eram usados, na maioria das vezes, para cometer outros assaltos.

Rener tinha como comparsas Rodrigo Ferreira Dias, conhecido como ‘R3’ e Arthur Rodrigues Neto, o ‘Mizuno’, mortos em confronto com a polícia no dia 25 de outubro, na ‘favelinha’ do bairro Estrela Verá.

Ele também é apontando pela participação na tentativa de assalto ao então candidato ao Senado, Nelsinho Trad, ocorrido em frente a um hotel de Dourados, no dia 23 de setembro. 

Na ocasião, os criminosos levaram a pistola .40 usada pelo segurança do senador eleito, recuperada durante perseguição a um adolescente paraguaio, que atuava ao lado do criminoso após os óbitos de seus comparsas.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CINEMA
Filme de mafioso que viveu no Brasil concorrerá no Festival de Cannes
ENCONTRO
No Uruguai, MS participa de debate sobre direitos de mulheres indígenas e afrodescendentes
BRASIL
AGU cobra R$ 2,1 bilhões desviados do setor público
GERAL
Programa de prevenção ‘Casal Grávido’ realiza mais uma edição com dicas para pais e mães
TRÊS LAGOAS
Gerente de empresa é multado em R$ 5 mil por armazenamento ilegal de agrotóxicos
INTERNACIONAL
Presença da Força Nacional em Moçambique é prorrogada até 7 de maio
TRÁFICO
Polícia encontra cocaína e skunk dentro de carreta
ESPORTE
Top 10 no circuito sul-mato-grossense de Boxe agita Capital no fim de semana
CUIDADOS
Especialistas alertam sobre bagagem solta no carro durante viagem
SIDROLÂNDIA
Polícia apreende mais de 1t de maconha em veículo furtado

Mais Lidas

DOURADOS
Polícia prende dois e acaba com "tribunal” que poderia resultar em morte no Canaã I
DOURADOS
Corpo desovado no IV Plano é de homem que matou e jogou mulher dentro de poço há 6 anos
VIOLÊNCIA
Corpo é encontrado ‘ensacado’ em Dourados
DOURADOS
Homem foi espancado e enrolado em lençóis antes do corpo ser desovado no IV Plano