Menu
Busca segunda, 14 de outubro de 2019
(67) 9860-3221
CAMPO GRANDE

Professor é suspeito de usar whatsapp para aliciar e estuprar menino

12 setembro 2017 - 07h30

O estupro de vulnerável cometido contra um menino de 12 anos, em Campo Grande é investigado e o principal suspeito é um professor de teatro de 55 anos. Ele foi preso no domingo por agentes do Grupo de Operações e Investigações (GOI) da Polícia Civil e da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac).

Segundo o portal do jornal Correio do Estado, o caso foi descoberto pela mãe da vítima, após checagem no histórico de conversas do aplicativo de mensagens WhatsApp. O autor enviava mensagens de caráter sexual para o garoto e também é suspeito de violentar outro menino do grupo.

Segundo boletim de ocorrência registrado no domingo, a mãe desconfiou do comportamento do filho com relação ao professor, principalmente, porque nos últimos dias ambos estavam muito próximos.

Ainda conforme o Correio do Estado, o homem era tido como pessoa de confiança da família e não aparentava nenhum desvio de comportamento, tanto que tinha liberdade para falar com o garoto fora das aulas de teatro. Entretanto, depois de flagrar as conversas obscenas, a mulher procurou a polícia.

Na delegacia, o menino confessou com detalhes como ocorriam os estupros e disse que o professor fazia o mesmo com outro garoto.

Conforme relatado, em um dos casos, os dois tinham viajado para Ponta Porã com consentimento da mãe, já que não havia indícios de violência sexual. Ambos ficaram no mesmo quarto, na casa do irmão do autor.

Durante a noite, o menino acabou forçado a manter relações. Os atos passaram a acontecer com certa frequência, até mesmo no sábado, em plena via pública, dentro de um automóvel.

Diante do depoimento, a polícia foi até a casa do homem, situada em uma residência na região do Coronel Antonino, onde apreendeu o celular dele e notebooks. Junto do telefone da vítima, todo o material será periciado.

O menino foi encaminhado para exames de corpo de delito que possam comprovar os crimes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Bebê é sexta vítima de acidente na Via Dutra, sentido Rio de Janeiro
Unicef
26% das adolescentes brasileiras casam-se antes dos 18 anos
MS 42 ANOS
Identidade do Estado revela “Brasil profundo” nas artes plásticas
TUFÃO
Passagem do Hagibis no Japão provoca pelo menos 24 mortes
DOURADOS
Programação do “Outubro Rosa” tem evento no dia 16
FAMOSOS
Em meio aos rumos sobre affair, Grazi faz trilha com Caio Castro
DOURADOS
Universidade levará serviços à Praça Antônio João dia 23
ESTADO
Judiciário fará Semana da Conciliação no início de novembro
CRIME
Caçador foge da PMA, mas abandona moto, rifle e munições e acaba identificado
BRASIL
Após dez dias internado, general Villas Bôas recebe alta hospitalar

Mais Lidas

CLIMA
Previsão aponta dias chuvosos e queda de temperatura em Dourados
DOURADOS
Acionados para atender queda de moto, Bombeiros só encontram vítima no local
DOURADOS
Clima fica tenso com índios presos em confrontos às margens da Perimetral Norte
MS
Idosa é atingida por jaca durante procissão e precisa ser socorrida