Menu
Busca sábado, 19 de janeiro de 2019
(67) 9860-3221
OPERAÇÃO FINADOS

PRF divulga Balanço da Operação Finados 2017

06 novembro 2017 - 14h20Por Da redação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), divulgou nesta segunda-feira (06), o balanço da Operação Finados 2017, que este ano registrou redução do número de acidentes graves e com mortes. As fiscalizações foram realizadas em todas as rodovias federais do Estado, contemplando mais de 3.670 quilômetros.

As ações foram planejadas levando em consideração os locais com maiores índices de acidentes e infrações graves, conforme a realidade de cada região. Dez Delegacias da PRF coordenaram as atividades das 22 Unidades Operacionais no Mato Grosso do Sul.

Objetivo da Operação foi a redução de acidentes, principalmente os acidentes graves, enfatizando a fiscalização de velocidade, fiscalização de embriaguez, fiscalização de motocicletas e fiscalização a ultrapassagens forçadas ou proibidas.

O Reforço do efetivo foi planejado, com escala de modo que proporcionasse maior presença de policiais nos pontos estratégicos e patrulhamentos ostensivos, principalmente na saída do feriado e no retorno. Radares estáticos foram utilizados em todas as rodovias federais para coibir o excesso de velocidade. Bafômetros foram empregados em todas as fiscalizações.

Foram contabilizados 20 acidentes, sendo 2 graves com 2 óbitos. No mesmo período do ano passado, foram 35 acidentes graves, uma redução de 43%. Acidentes graves reduziram 82%, e óbitos reduziram 60%.  

Autuações

Em 2017, foram totalizados 1.273 autos de infrações contra 1.071 em 2016, um aumento de 14%. 

As autuações pelo não uso do cinto de segurança por parte dos passageiros representaram 96% das infrações deste tipo. Passageiros sem cinto representaram 52 autuações e motoristas sem o cinto, apenas 2 autuações. Crianças sem o cinto de segurança representaram 27% das autuações deste tipo (15 autuações).


Ultrapassagens

As autuações por ultrapassagens aumentaram 26%. Em 2016 foram 132 infrações autuadas, sendo 117 infrações de ultrapassagem cometidas em faixa dupla contínua. Em 2017, foram 166 infrações de ultrapassagens de todos os tipos, sendo 156 cometidas em faixa dupla contínua.

Velocidade

A infração grave mais autuada foi o excesso de velocidade nas rodovias federais: 1.900 flagrantes.

Bafômetro

A PRF realizou 2.081 testes com o “bafômetro” em todas as rodovias federais do MS, 27 motoristas foram flagrados sob efeito de álcool, cinco motoristas foram presos.

Em continuidade às ações de enfrentamento a crimes, Grupos Especializados em todo estado atuaram em todo o Estado. No Mato Grosso do Sul a PRF, em conjunto com a Senasp, desenvolve a Operação Égide-Fronteiras para coibir crimes relacionados às fronteiras internacionais, reforçando a segurança na região e impedindo que drogas, armas e contrabando aumente a violência em grandes centros, especialmente no Rio de Janeiro, onde está em andamento a Operação Égide-Rio de Janeiro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

INTERNACIONAL
Explosão de oleoduto no México deixa pelo menos 20 mortos
OPORTUNIDADE
Projovem Urbano está com processo seletivo aberto para profissionais da área de educação
IVINHEMA
Homem denuncia roubo e moto é recuperada rapidamente
SEGURANÇA PÚBLICA
Ação policial "sitia" fronteira para evitar ataques criminosos
BRASIL
"Estou do lado da verdade", diz repórter que acusa Datena de assédio sexual
DOURADOS
Empresários pedem melhorias na geração de energia no Distrito Industrial
FUTEBOL
São Paulo e Santos entram em campo hoje no início do Paulistão
DOURADOS
Movimento prepara “carta de cassação” contra vereadores investigados por corrupção
BRASIL
OMS lista as 10 principais ameaças para a saúde em 2019
CRIME AMBIENTAL
"Pescadores ninjas" tentam afundar embarcação e fogem de abordagem

Mais Lidas

POLÍCIA
Rapaz é preso acusado de realizar ‘disk-droga’ em Dourados
DOURADOS
Investigado por corrupção, Idenor Machado volta a ser preso
FAKE NEWS
Eleandro Passaia é chamado para depor em caso de morte de jogador Daniel
DOURADOS
Consumidores reclamam dos valores nas contas e prometem protesto contra a Energisa