Menu
Busca sábado, 17 de fevereiro de 2018
(67) 9860-3221
Clube Indaiá - Janeiro 2018
PEDRO JUAN

Presidente de clube de futebol da fronteira é preso no Paraguai

07 dezembro 2017 - 06h26Por Da Redação

Agentes da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) paraguaia prenderam nesta quarta-feira, dia 06 de dezembro, em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia que faz fronteira com Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul, Mauro Mereles, presidente do clube de futebol local, o 2 de Mayo.

De acordo com o Campo Grande News, Mereles foi preso em ação tratada sob sigilo e foi transferido da fronteira para a base da Senad no departamento central.

Mereles é dono de uma empresa contábil e é acusado de, junto a outras empresas paraguaias, de San Lorenzo e Coronel Oviedo, comprar imóveis usando o dinheiro do tráfico de drogas.

Entre as propriedades adquiridas com o dinheiro do tráfico de drogas, estariam fazendas que pertenceriam ao traficante Luiz Carlos da Rocha, conhecido como "Cabeça Branca", preso recentemente no Brasil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

RÚSSIA 2018
Embaixadora da Copa do Mundo da Rússia visita sede da CBF
BRASIL
Previdência não será única PEC parada durante intervenção no Rio
RIO BRILHANTE
Jovem tem a casa atingida por tiros após discussão em bar por volume de som
ECONOMIA
Energia: em fevereiro bandeira segue verde para consumidores
CAMPO GRANDE
Carro de luxo com R$ 48 mil em débitos é apreendido em blitz
GRUPO B
Compromisso na Copa Verde faz FFMS alterar data de jogo do Corumbaense
BRASIL
Entenda como foi criado o horário de verão, que termina no domingo
EDUCAÇÃO
Inscrições para o Programa Vale Universidade seguem abertas
SUL DE MS
Homem morre após fugir e capotar veículo carregado com maconha
RESGATE
Casal é encontrado com vida após 10h de sequestro na Capital

Mais Lidas

QUADRILHA DESARTICULADA
Sete são presos a caminho de MS com carros roubados
TRÁFICO
Ao ser preso com cigarro de maconha, jovem denuncia "boca" no Itália
MARACAJU
Homem é assassinado brutalmente por adolescentes
DOURADOS
Reunião define critérios para lotação nas escolas da Reme