Menu
Busca sábado, 29 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Policial sueco rouba banco e volta para resolver o caso

01 fevereiro 2005 - 13h48

Um policial sueco confessou que roubou um banco e depois investigou o crime, dizendo a repórteres na época que a polícia não tinha pistas.
Ontem uma corte na cidade de Bollnas acusou oficialmente o policial de 36 anos pelo assalto ocorrido no dia 17 de dezembro, segundo documentos da corte, que diz ainda que ele assumiu a culpa. A quantidade de dinheiro roubada não foi divulgada.
Uma hora depois do crime, o policial voltou ao banco como investigador da polícia que cuidaria do caso. Seus colegas suspeitaram quando ele comprou um carro novo em meados de janeiro, pagando 219 mil coroas suecas (US$ 31,4 mil) em notas de dinheiro do roubo, disse a corte.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Filha reconhece mulher de 34 anos que morreu ao bater em poste
UEMS
Abertas inscrições para o XI Seminário de Extensão Universitária
CRIME AMBIENTAL
Polícia apreende arma, munições, fardas camufladas e carne suspeita
RELAÇÕES INTERNACIONAIS
Bolsonaro vai a Montevidéu para posse do novo presidente do Uruguai
SANEAMENTO
Obras da rede de esgoto de Batayporã estão em fase de conclusão
JUDICIÁRIO
STF vai julgar se punição a quem recusa bafômetro é constitucional
DIÁRIO OFICIAL
Relação de candidatos para docente de curso para policiais é divulgado
MEIO AMBIENTE
PMA divulga Cartilha do Pescador 2020 com as novas regras para pesca
ITINERANTE
Carreta da Justiça atende Corguinho e Rochedo na próxima semana
SÃO CONRADO
Identificado homem morto a pauladas e polícia busca suspeito

Mais Lidas

PARQUE DO LAGO
Ladrões usam carro para estourar porta de mercado e fogem com cofre; veja vídeo
CORONEL PONCIANO
Dupla é presa com 400 mil dólares em Dourados e polícia investiga negociação por drogas
DOURADOS
Juiz manda transferir ex-secretário para presídio federal após flagrante de celular
JARDIM ÁGUA BOA
Cofre furtado de mercado é encontrado em obra; ladrões levaram mais de R$ 3 mil