Menu
Busca quinta, 20 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Policiais de Corumbá embarcam para Santa Cruz amanhã

13 janeiro 2004 - 19h20

Um grupo de policiais voa de Brasília para Santa Cruz de La Sierra para trazer os brasileiros presos em San Inácio. Em Corumbá policiais civis, federais e um grupo de delegados partem pela manhã também para Santa Cruz. A Polícia Federal deve comandar a operação. Em entrevista a TV Cidade Branca o presidente regional da OAB Mauricio Barbosa afirma que "acredito que possa haver uma simplificação no processo com relação a extradição dos brasileiros, mas dificilmente o boliviano virá para Corumbá. O procedimento normal seria a extradição, mas devido a burocracia isso pode levar muito tempo, por isso a expulsão dos brasileiros seria o meio mais fácil de resolver a situação, facilitando a investigação da polícia a desbaratar a quadrilha". O advogado falou também que os brasileiros podem seguir de Santa Cruz direto para Brasília, mas tem que retornar para Corumbá onde praticaram o crime.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
UFGD fará programação de recepção aos calouros no dia 03 de março
CAPITAL
Menina de três anos tem braços quebrados após ser espancada por garoto
CONCURSO
Exército abre inscrições para 1.100 vagas da Escola de Sargento
CORUMBÁ
Homem mata professor e foge após confessar crime para mãe
FUTEBOL
Maracaju terá que mandar jogos com portões fechados
NAVIRAÍ
Agente penitenciário é preso acusado de fornecer celular e drogas aos detentos
BENEFÍCIO
Fundect abre 50 vagas para bolsas de Agentes Locais de Inovação
CAMPO GRANDE
Chuva forte alaga ruas e arrasta carros na Capital
FERIADO
Judiciário de MS não terá expediente nos dias 24, 25 e 26 de fevereiro
ELEIÇÕES 2020
Prazo para eleitor regularizar título termina em maio

Mais Lidas

APÓS 9 ANOS
Hipermercado fecha as portas em Dourados no final do mês
DOURADOS
Policial aposentado mata homem e diz ter sido ameaçado com faca
VIOLÊNCIA
Homem é assassinado em frente a padaria em Dourados
DOURADOS
Júri termina com réu condenado a 15 anos por matar desafeto em 2018