Menu
Busca quarta, 24 de abril de 2019
(67) 9860-3221
TRÁFICO

Mulher é presa em Dourados tentando levar skunk ao MT

10 agosto 2018 - 08h03Por Vinicios Araújo e Osvaldo Duarte

A Polícia Militar de Dourados, por meio do Canil da Força Tática, prendeu na madrugada desta sexta-feira (10) Ana Cristiane da Costa Pereira, 28, após ser flagrada com 59 sacos de skunk pesando o total de 13,900 quilos do entorpecente. 

Ela disse ter comprado a droga em Ponta Porã com o objetivo de levar para Campo Grande, porém, depois acabou confessando que iria levar para Cuiabá (MT), cidade onde reside. 

A autuação aconteceu em Dourados, em um ônibus que faz a linha com Ponta Porã. Os policiais abordaram o transporte e ao checar o bagageiro encontraram uma mochila recheada com a droga. O ticket da bagagem acabou levando os agentes até a cuiabana.

Após o flagrante ela confessou ter recebido a quantia de R$2 mil para transportar o entorpecente até a capital mato-grossense. Ana Cristiane foi encaminhada à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) de Dourados e presa por tráfico de drogas.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAARAPÓ
Bombeiros encontram corpo de criança que se afogou em rio
BRASIL
Tabela do frete é reajustada em 4,13%
CONTRA VIOLÊNCIA
Médicos de MS querem mais segurança para trabalhar
CONFORTO E ELEGÂNCIA
Visuais com vestidos fluidos para você se inspirar
TRÁFICO
Mulher é presa transportando 20kg de maconha em ônibus
TURISMO SOCIAL
Conheça quatro projetos para fazer trabalho voluntário na Amazônia
DOURADOS
“Mãe Jornalista Convida” supera as expectativas e reúne mais de 100 mães
QUARTA FASE
Vasco recebe o Santos em duelo decisivo pela Copa do Brasil
DOURADOS
Marcelino Pires terá interdição no cruzamento da “Mão do Braz” por 15 dias
BRASIL
Indígenas pedem apoio no Congresso contra MP da demarcação de terras

Mais Lidas

DOURADOS
Preso é baleado ao estourar cadeado de cela para buscar ‘encomenda’ no pátio da PED
DOURADOS
Preso baleado na perna tentava pegar malote com 13 celulares
DOURADOS
Homem morre no HV após ser espancado e polícia suspeita de latrocínio
IMPASSES
UFGD "desafia" MEC e Ministério pede realização de nova eleição para Reitoria