Menu
Busca terça, 22 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
INVESTIGAÇÃO

Polícia prende grupo acusado de série de assaltos em Dourados

08 novembro 2019 - 14h50Por Da Redação

Policiais civis do SIG (Setor de Investigações Gerais) prenderam três homens suspeitos de diversos roubos a mão armada em Dourados durante o mês de novembro do ano passado. 

De acordo com a ocorrência, eles realizaram as ações em pelo menos 13 locais. O primeiro integrante do grupo, Tiago Q.S. está detido desde 2018. 

Nesta semana, Thalles R.S. foi preso conduzindo uma caminhonete. O fato ocorreu na terça à noite, enquanto ele trafegava numa Toyota Hilux pelo Jardim Canaã III. 

Após chegar ao rapaz, os investigadores prenderam na quarta-feira Vagner M. O. No dia 27 de outubro, durante assalto, ele derrubou uma mulher no chão. 

Já na quinta-feira (7/11), João Victor T.M., autor de dois roubos praticados, acabou detido. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CASSILÂNDIA
Motorista é preso após entrar na contramão, atropelar ciclista
EDUCAÇÃO
Unidade 1 da UFGD está atendendo, de forma restrita, pela recepção
GREVE
Funcionários dos Correios acatam decisão judicial e voltam ao trabalho
EDUCAÇÃO
UEMS prorroga até esta quarta-feira a eleição da Comissão Permanente
SAÚDE
Justiça libera recursos para compra de medicamento para o bebê Írio
PONTA PORÃ
Polícia Federal apreende 42 quilos de cocaína na região de fronteira
CAMPO GRANDE
Cabeleireiro encontrado em córrego sofria de depressão e deixa filha de 12 anos
JUDICIÁRIO
Vendedores de imóvel devem restituir valor da entrada de contrato rescindido
DEFRON
Polícia apreende veículo com drogas escondidas em compartimento oculto
BRASIL
Com emendas do Senado, Câmara aprova novo Código de Trânsito Brasileiro

Mais Lidas

DOURADOS
Motorista bêbado atropela cinco pessoas que voltavam da igreja no Novo Horizonte
ESTADO
Confraternização em fazenda termina com tragédia após briga familiar
TRAGÉDIA
Bombeiro em Dourados morre durante acidente em Santa Catarina
DOURADOS
Amigos e familiares de entregador morto em acidente pedem que justiça seja feita