Menu
Busca segunda, 24 de junho de 2019
(67) 9860-3221

Polícia ouviu 13 e não tem pista do assassino de Aquidauana

16 dezembro 2003 - 11h08

Pelo menos 13 pessoas entre parentes, conhecidos da família de Mayara Brito Neves, de 3 anos, e suspeitos já foram ouvidos pela Polícia Civil de Aquidauana, mas por enquanto ainda não há pistas sobre o assassino da menina. Ela foi vítima de violência sexual e encontrada com a cabeça submersa em um córrego da cidade na semana passada. A delegada Jaiza Santos Teixeira afirma que estão sendo levantadas as fichas de todos os criminosos da cidade e que nenhuma hipótese é a descartada, inclusive de vingança dos pais da criança. “Está difícil porque ninguém, exceto a própria criança, viu nada”, afirma.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA ENERGÉTICA
Governo aprova resolução para abrir mercado e tentar reduzir preço do gás
CAPITAL
Pai que atirou no filho diz que ele exigia R$ 200 mil para fazer Medicina
EDUCAÇÃO
IFMS abre inscrições em graduação a portadores de diploma e transferências
CAPACITAÇÃO
Prefeitura oferece oficina para formação de instrutores de fanfarra
CRIME AMBIENTAL
Ambiental apreende 500 metros de redes e liberta 20 quilos de peixes
JUDICIÁRIO
Ministro do STF suspende MP que transferiu demarcação de terras indígenas a Agricultura
CAMPO GRANDE
Bebê de 7 meses morre em casa por folta de higiene e pais são presos
SAÚDE
Ministério da Agricultura aprova registro de mais 42 agrotóxicos
MS
Adolescente é apreendido com maconha hidropônica e cocaína
COXIM
Pilar de concreto que sustentava rede cai e mata menina de 4 anos

Mais Lidas

CAPITAL
Pai atira no próprio filho por dívida de R$ 2 milhões
POLÍCIA
Gangue invade festa e esfaqueia três adolescentes em Dourados
POLÍCIA
Homem tem R$ 500 roubados após negar programa a travesti em Dourados
POLÍCIA
Ladrão é preso após esconder TV furtada de restaurante em cemitério