Menu
Busca terça, 19 de junho de 2018
(67) 9860-3221
PESCA PREDATÓRIA

Polícia Militar Ambiental prende paranaense que pescava com petrechos ilegais

15 setembro 2017 - 17h05

Faça sua matéria aquiDurante operação de fiscalização preventiva no rio Baía no município, Policiais Militares Ambientais de Batayporã prenderam ontem (14), no final da tarde, um pescador de 44 anos, por pesca predatória. A PMA encontrou o pescador, que praticava pesca com uso de redes (petrechos proibidos).

O infrator já havia capturado 12 kg de pescado, apesar de iniciar a pescaria. Os peixes apresentavam marcas de captura por petrecho de emalhar (petrecho proibido). O pescado e três redes de pesca foram apreendidos.

O infrator (44), residente em Loanda (PR), recebeu voz de prisão e foi encaminhado, juntamente com o material, à delegacia de Polícia Civil de Batayporã, onde ele foi autuado em flagrante por crime de pesca predatória. Ele poderá pegar pena um a três anos de detenção. A PMA o autuou e multou em R$920.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Bombeiros são acionados para combater incêndio na Linha do Potreirito
EDUCAÇÃO
ProUni oferece 174 mil vagas; inscrições começam dia 26
DOURADOS
Câmara aprova projeto sobre eleições de diretores em escolas municipais
ELEIÇÕES 2018
Puccinelli volta a afirmar que vice será da região de Dourados
MANIFESTO
Educadores se unem por aumento, mas apenas magistério terá reajuste
DOURADOS
Juarez é advertido verbalmente por caso “200 contos”
DURANTE FISCALIZAÇÃO
Dupla de caçadores é presa e PMA apreende armas e munições
GERAL
Marçal cobra mais atenção para a educação em Dourados
EDUCAÇÃO
IFMS abre 1.140 vagas em cursos de qualificação profissional gratuitos
Cursos são ofertados em 13 municípios, nas modalidades presencial e a distância; inscrições têm início no dia 25 de junho
DOURADOS
Indígena é preso com moto furtada em 2017

Mais Lidas

PARANHOS
Testemunha de atentado a prefeito é executada
SOLIDARIEDADE
Douradense busca ajuda para conseguir manter a família
DOURADOS
Polícia fecha boca de fumo e prende homem no Clímax
PARANHOS
Calote em venda de fazenda teria motivado atentado a prefeito