Menu
Busca quinta, 23 de janeiro de 2020
(67) 9860-3221
NOVA ANDRADINA

Polícia incinera quase meia tonelada de drogas

09 outubro 2019 - 16h50Por Da Redação

A 1ª Delegacia de Polícia Civil de Nova Andradina realizou na manhã desta quarta-feira (9), a   incineração de 495 kg de drogas apreendidas e armazenadas no local. O ato aconteceu em um frigorífico da cidade e visou à destruição dos entorpecentes apreendidos por forças policiais.

Dentre as drogas incineradas, o maior volume é de maconha. A incineração foi autorizada pelo Juízo Criminal de Nova Andradina.

Estiveram presentes a incineração: o delegado da 1ª Delegacia de Polícia Civil de Nova Andradina - Rafael de Souza Carvalho, fiscais da vigilância sanitária, Simone Reis Pereira Muglia e o Vitor Tomazinho Silva, o perito Ildefonso Pinheiro Filho, além dos Policiais Civis lotados no município de Nova Andradina.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESTADO
Ação conjunta da polícia em MS desvenda sequestros no interior de SP
DOURADOS
PM prende cadeirante e comparsa por tráfico de drogas próximo ao Ginásio Municipal
BELEZA E ESTÉTICA
Drenagem linfática: tudo sobre a técnica que elimina a celulite e o inchaço
TRÊS LAGOAS
Homem que matou namorado da ex vai responder por crime em liberdade
DOURADOS
Assassinato na Vila Rosa aconteceu por ciúmes durante manutenção em porta
ESTADO
Detran inicia leilão de veículos apreendidos em Dourados na próxima semana
POLÍTICA EXTERIOR
Presidente Jair Bolsonaro embarca hoje para visita oficial à Índia
STF
Ministro Luiz Fux suspende criação de juiz das garantias por tempo indeterminado
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 35 milhões nesta quinta-feira
FUTEBOL
Águia Negra estreia no estadual com vitória sobre Pontaporanense

Mais Lidas

UFGD
Aluna branca aprovada em Medicina como indígena aponta engano na inscrição
VILA ROSA
Homem morre após ser atingido por facada no pescoço em bairro de Dourados
EMPREGO
Empresa abre 136 vagas para classificadores de grãos em Dourados e região
CRIME
EXCLUSIVO: Sucessor de Minotauro é trazido para Dourados em meio a crise penitenciária na fronteira