Menu
Busca quinta, 19 de abril de 2018
(67) 9860-3221
CAMPO GRANDE

Polícia impede execução de casal que era mantido em cárcere privado

22 outubro 2017 - 14h37Por Da Redação

Policiais militares impediram na noite deste sábado, dia 21 de outubro, a execução de um casal que era mantido em cárcere privado por quatro pessoas, em uma residência localizada na rua Marília, no Jardim Noroeste, em Campo Grande.

Genaro Antônio Gimenes Morales Junior, 24 anos, Luan da Silva Cruz, 24 anos, William Gada da Silva, 24 anos e Gabriel Freitas Barros, 29 anos, foram presos em flagrante.

Conforme o registro policial, após receber denuncia do sequestro militares encontraram William em frente a casa, ao lado de uma caminhonete Toyota Hillux.

Enquanto era questionado sobre o porquê estava ali, os policiais perceberam uma movimentação suspeita e mandaram que todos saíssem da casa.

Momento em que se apresentou um casal, sendo um homem tem 25 e a mulher tem 38 anos. Os dois disseram que estava há cerca de 50 minutos em poder dos suspeitos.

O rapaz de 25 anos confessou que era motorista e que há dois meses tinha transportado drogas com um caminhão a mando de Genaro. O trajeto foi de Ponta Porã a Belo Horizonte, em Minas Gerais e pelo serviço recebeu R$ 20 mil.

A quantia foi paga e o motorista foi novamente contratado para fazer o serviço. Mas, dessa vez recebeu R$ 16 mil. Como tinha perdido o contato de Genaro, o motorista resolveu então vender o “cavalinho” do caminhão a Gabriel por R$ 4 mil, para não sair no “prejuízo” pelo segundo transporte de drogas.

No entanto, Genaro acabou descobrindo que o “cavalinho” do caminhão dele tinha sido vendido e estava em um posto de combustíveis localizado na avenida Eduardo Elias Zahran. Lá, ao tentar reaver a peça do veículo conheceu Gabriel, que foi informado sobre a propriedade do “cavalinho”.

Os dois acompanhados de William e Luan foram até a casa do motorista onde o fizeram refém junto com a esposa. A vítima conta que Genaro chegou a fazer uma vídeo conferência e que esta outra pessoa teria dado a “sentença” de morte para ele.

Entretanto, o casal foi salvo pela chegada dos militares, que ainda conseguiram capturar Gabriel, que tentou fugir pulando muros da vizinhança.

Questionados, o bando negou sobre qualquer envolvimento com caminhão e drogas e que estavam na cidade apenas para visitar um amigo. Os policiais foram até o posto onde estava o “cavalinho”, mas notaram que ele havia sido rebocado.

Sobre o caminhão, o motorista disse que o tinha escondido em um terreno baldio do bairro Panorama.

Todos foram levados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do centro de Campo Grande onde a ocorrência foi registrada como sequestro seguido de cárcere privado.

Com informações do site Campo Grande News.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Viviane Araújo renova o bronze em dia de biquíni em resort no Ceará
BR-463
Polícia confirma morte de idoso em ataque de pistoleiros
UFGD
Avaliação e qualidade do ensino será tema de colóquio em Dourados
HABEAS CORPUS
Ministro do STJ envia para o Supremo de recurso do ex-presidente Lula
MEIO AMBIENTE
Fazendeiro é multado em R$ 5 mil por degradação de matas ciliares
DICIONÁRIO
Estudantes criam aplicativo que faz tradução entre o guarani e português
BR-463
Baleado é trazido ao HV e suspeita é de assalto em propriedade rural
DOURADOS
Homem é baleado após troca de tiros na BR-463
SÃO PAULO
Tiroteio durante assalto dentro de ônibus deixa 3 mortos e 4 feridos
TRANSPARÊNCIA
Anatel abre consulta para regulamentar serviços de telemarketing

Mais Lidas

ITAPORÃ
Mortos em troca de tiros após assalto eram de Dourados
SEGURANÇA PÚBLICA
Em comunicado, PCC convoca integrantes para “alerta geral”
TENSÃO EM MS
Presos tentam impedir pente-fino na PED, mas agentes fazem ‘limpa’
DOURADOS
Após invadir Ceim, dupla ameaça vigia de morte e rouba equipamentos