Menu
Busca quinta, 27 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Polícia Federal reúne-se com índios esta tarde em Japorã

07 janeiro 2004 - 14h26

Esta tarde, policiais federais e índios da Aldeia Porto Lindo, que invadiram 12 fazendas na região entre os municípios de Japorã e Iguatemi, vão se reunir para discutir um acordo para o impasse que se estende desde o dia 22 de dezembro. A informação foi divulgada pelo tenente da Polícia Militar de Iguatemi, Natanael Souza. “O encontro começa às 14 horas e esperamos que até o fim da tarde tenhamos avançado nas negociações”, destaca. No início da semana o chefe de patrimônio da Funai (Fundação Nacional do Índio) da cidade de Amambaí, Cleomar Vaz Machado, disse que o órgão desistiu de negociar a saída dos índios das etnias guaranis e caiuás das propriedades na região. A Funai inclusive pediu ajuda de técnicos de Brasília para negociar uma solução ao conflito. Ontem era esperada a vinda do  indigenista Cláudio Romero, que já atuou em conflitos anteriores com índios Xavante. A visita dele foi adiada para o dia 16.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BR-262
Ambiental encontra onça-pintada atropelada e morta em rodovia
INFORME PUBLICITÁRIO
Além de pneus, Impacto Prime Dourados garante serviços de qualidade ao seu carro
ESTADO
Sefaz-MS disponibiliza página de autoatendimento do IPVA na internet
MS
Mulher pede R$ 120 mil de indenização após ofensas de inquilina no WhatsApp
LUTO
Técnico Valdir Espinosa morre no Rio de Janeiro
EDUCAÇÃO
Termine seus estudos com o EMFA
NEGÓCIOS & CIA
Por que você não consegue ter resultado nas suas vendas?
Educação
Curso de Especialização - Lato Sensu em Docência na Educação Superior da Universidade Mackenzie no polo da Erasmo Braga
CORONAVÍRUS
China espera ter epidemia sob controle no fim de abril
EXAME
Resultado da primeira suspeita de coronavírus em MS deve sair ainda pela manhã

Mais Lidas

MULTIDÃO
Carnaval na praça central de Dourados termina em ‘confusão e sujeira’
DOURADOS
Mulher tenta sair de mercado com quase R$ 700 em compras sem pagar
INVESTIGAÇÃO
Ex-prefeito de Amambai foi morto após discussão por desacordo trabalhista
PONTA PORÃ
Estado monitora caso suspeito de Coronavírus na fronteira