Menu
Busca quarta, 22 de maio de 2019
(67) 9860-3221
CAPITAL

Polícia descobre estupro de 5 meninas após prisão de foragido

17 maio 2019 - 19h05Por Da redação

Um ajudante de serviços gerais é investigado pelo estupro da sobrinha, da enteada e das três filhas, em Campo Grande. As vítimas têm de 17 a 1 ano, e eram abusadas diariamente. O crime só foi descoberto após policiais da Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) cumprirem um mandado de prisão vindo do Paraná contra o suspeito.

Segundo a delegada Anne Karine Sanches Trevizan, o suspeito foi preso no Paraná por atentado ao pudor e lá começou a cumprir pena pelo crime em regime semiaberto. No ano passado, deixou de ir ao presídio durante a noite e obrigou a família a fugir com ele para Mato Grosso do Sul.

O homem se mudou com a mulher, a sobrinha de 17 anos, a enteada de 15, as três filhas de 12, 6 e 1 ano, e outros quatro filhos, para Campo Grande. Na Capital, começou a trabalhar com serviços gerais em uma empresa, alugou uma casa no Jardim Samambaia e vivia em liberdade até ser encontrado pelos policiais da especializada neste mês.

Assim que foi preso, por conta do mandado de prisão do Paraná, a polícia descobriu que todas as meninas da casa eram violentadas pelo homem. Os estupros aconteciam abertamente na casa, escondidos por ameaças e agressões constantes.

Ao site Campo Grande News, a delegada explicou que o preso estuprava desde a sobrinha de 17 anos até a filha mais nova, de apenas 1 ano. “O estupro acontecia de maneira explícita dentro da casa. Ele abusava sexualmente de uma vítima em um quarto e em seguida buscava outra, inclusive a bebê de 1 ano. Uma era testemunha da outra”, detalhou Trevizan. Os meninos não sofriam abusos, conforme a investigação.

A mãe das crianças sabia de todos os crimes, mas ouvia do marido que toda a família seria assassinada caso ele fosse denunciado. “Ele era muito agressivo, todas elas tinham muito medo dele”. Com a prisão, a mulher também foi levada a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) e registrou boletim de ocorrência contra o marido por uma série de ameaças e agressões.

Na Depca, o homem foi indiciado por cinco estupros de vulnerável e teve a prisão preventiva por esses crimes pedida a justiça nesta quinta-feira (16). Por entanto, ele permanece no Estabelecimento Penal “Jair Ferreira de Carvalho”, a Máxima de Campo Grande, pelo caso registrado no Paraná.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FUTEBOL
Fifa desiste de fazer Copa do Mundo do Catar com 48 seleções
CRIME AMBIENTAL
Ambiental fecha suinocultura instalada em área protegida de nascentes
JUSTIÇA
Banco é condenado a ressarcir cheque extraviado de R$ 29 mil
UEMS
Estão abertas as inscrições para a VI edição do Enepex
CULTURA
Sexta edição do Bonito Blues & Jazz Festival acontece no feriado de Corpus Christi
CAPITAL
Após horas de terror, motorista feito refém diz que vai deixar a profissão
REFORMA ADMINISTRATIVA
Câmara aprova redução do nº de ministérios e mantém Coaf na Economia
TRÊS LAGOAS
Jovem é flagrado com plantação de maconha em casa: 'Fiz para evitar traficantes'
JUDICIÁRIO
STF restringe acesso a remédios de alto custo sem registro na Anvisa
DOURADOS
Como a rotina pode influenciar nas disfunções neurológicas

Mais Lidas

DOURADOS
Presos fazem motim na PED em ala ocupada por membros de facção criminosa
POLÍCIA
Após pescaria, marido encontra desconhecido na frente de casa e ameaça mulher com arma em Dourados
ACIDENTE
Motociclista avança preferencial, colide com outra moto e morre
EDUCAÇÃO
Greve atinge escolas em Dourados e prejudica merenda, inspeção e limpeza