Menu
Busca sexta, 15 de novembro de 2019
(67) 9860-3221

PMA autua quatro caçadores e arsenal em Fazenda

16 junho 2011 - 14h00

Depois da prisão de 06 caçadores que praticavam caça na fazenda Cervo em Costa Rica, Policiais Militares Ambientais de Costa Rica prenderam mais dois caçadores na região. Ontem pela manhã, os policiais foram à fazenda BELA VISTA localizada entre Costa Rica e Figueirão, onde havia denúncia que um funcionário (tratorista) e o proprietário da Fazenda recebiam grupo de amigos para caça.

Com mandado de busca e apreensão, os policiais foram à propriedades e encontraram Geovani Cleci de Pádua (tratorista) funcionário da fazenda e apreenderam em sua residência 02 revólveres calibre 38. No local também estava outro denunciado, Mário Sérgio dos Santos. Ambos os caçadores mostraram dentro da reserva da Fazenda 01 armadilha de ferro e 01 espera, tipo giral, em cima de uma árvore e assumiram que caçavam na fazenda, inclusive, que o proprietário também seria caçador.

Diante disso, os policiais foram à residência de Nicolau Quintino de Bento proprietário fazenda, que estava ausente e apreenderam 01 espingarda tipo carabina calibre 38 com 08 munições deflagradas do mesmo calibre, 193 cartuchos calibre 12, marca CBC todos intactos, 111 cartuchos calibre 20 todos intactos marca CBC, 03 cartuchos calibre 20 deflagrados, 01 cinturão tipo baleiro de couro com coldre, 01 esqueleto de cabeça de animal da espécie veado.

Em continuidade a diligência os policiais foram até a residência de outro denunciado, Claudinilson Madureira e não encontraram armas. Porém, Geovani Cleci de Pádua confessou, juntamente com os demais envolvidos que praticavam caça, inclusive, usando a armadilha para realizar a captura dos animais. Afirmaram ainda, que há 02 semanas usaram a armadilha para realizar a captura dos animais, todos construíram a armadilha (gaiola) e na reserva depositam milho e sal para atrair, capturar e matar os animais.

Todo o material foi apreendido e os caçadores que estavam no local receberam voz de prisão por posse ilegal de armas e caça. Eles foram presos e conduzidos à delegacia de Polícia Civil de Costa Rica, onde eles foram autuados por posse ilegal de armas e caça. Se condenados poderão pegar pena de 01 a 03 anos de detenção. Pela caça, a pena é de 06 meses a 01 ano de detenção. O dono da fazenda foi multado também em R$ 500,00 pelo abate do animal, que foi encontrado o esqueleto.

Com este, são 10 caçadores autuados em Costa Rica em uma semana. O Destacamento da PMA foi instalado na cidade em abril deste ano. Os combates a caçadores continuarão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PONTA PORÃ
Trio suspeito de envolvimento em assaltos é preso com arsenal de guerra
POLÍTICA
Senador Nelsinho consegue R$ 4,5 milhões de recursos federais para MS
GAMELEIRA
Integrantes do PCC fazem motim e ameaçam ataques na Capital
ESPORTES
Divulgada a lista dos representantes de MS nas Paralimpíadas Escolares
Comerciante é condenado a prestar serviços comunitários por atirar em cliente
DOURADOS
Mesa redonda e encontro de mães marcam o Dia da Prematuridade no HU
BR-262
Polícia encontra dois corpos em carro incendiado às margens de rodovia
FERIADO
Coleta de lixo será suspensa no dia da Proclamação da República
Traficante brasileiro que liderava facção é expulso pelo Paraguai
CINEMA
Fernanda Montenegro descarta papel no filme 'Animais Fantásticos'

Mais Lidas

DOURADOS
Motorista cai em golpe, tenta fugir e é amarrado por criminosos às margens de rodovia
REPRODUÇÃO SIMULADA
Às vésperas de júri popular, assassinato terá reconstituição em Dourados
CAMPO GRANDE
Socorro tenta reanimação por mais de 1h, mas homem morre vítima de descarga elétrica
Proclamação da República
Confira o que abre e fecha em Dourados no feriado