Menu
Busca quarta, 26 de setembro de 2018
(67) 9860-3221

PMA apreende veículo com 25 quilos de pescado e redes de pesca

02 dezembro 2012 - 09h42

Policiais Militares Ambientais de Corumbá realizavam fiscalização ontem pela manhã e depararam com um veículo abandonado com peixes e redes na carroceria. O veículo, uma caminhonete Ford/F-75, ainda estava com o motor quente, indicando que os pescadores o abandonaram ao perceberem a presença da fiscalização.

O veículo, as redes e o pescado da espécie pintado, pesando 25 quilos foram apreendidos e encaminhados à delegacia de Polícia Federal de Corumbá, que investigará a autoria do crime de pesca predatória. Pela placa do veículo, a Polícia Federal chegará a autoria e o responsável ou responsáveis responderão pelo crime ambiental cometido.

A pena para este crime é de um a três anos de detenção. Localizado, o responsável, ou responsáveis também serão multados pela PMA. A multa por pesca predatória pode chegar a R$ 100.000.00.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Aline Riscado curte praia com amigas e impressiona com corpão sarado
UFMS
PF investiga denúncia de acadêmico que ameaçou professores e alunos
OPORTUNIDADE
CIN abre vagas a curso de comércio exterior em Dourados
CAMPO GRANDE
Prefeitura abre inscrição para contratar médicos com salário de R$ 12 mil
UEMS
De Pais para Filhos chega em Dourados no próximo fim de semana
CAPITAL
Com suspeita de tuberculose, idosa espera vaga em hospital há 5 dias
PROGRAMA
Governo lança plano para reduzir à metade nº de mortos no trânsito
ANASTÁCIO
Após engravidar do pai, adolescente dá à luz e decide criar bebê
ELEIÇÕES 2018
TSE aceita registro de candidatura de Haddad à Presidência
EDUCAÇÃO
ProfLetras de Dourados abre processo seletivo para alunos regulares

Mais Lidas

DOURADOS
Polícia encontra bilhete com “mula” e fecha entreposto de drogas no Estrela Porã
OPERAÇÃO REMAKE
Gaeco cumpre mandados e apura desvio de R$ 670 mil em sindicato
BR-163
Gol carregado com maconha é apreendido em Dourados
ÁGUA BOA
Homem armado invade casa e leva dinheiro da vítima