Menu
Busca sábado, 20 de julho de 2019
(67) 9860-3221
MS

PMA apreende 25 kg de pescado e aplica R$ 21,3 mil em multas durante a operação Corpus Christi

24 junho 2019 - 15h35Por Da redação

A Polícia Militar Ambiental divulgou nesta segunda-feira (24), o balanço da operação Corpus Christi, realizada durante o ‘feriadão’ (de 19 a 24 de junho) em Mato Grosso do Sul.  O objetivo foi coibir crimes ambientais na região. Mais de R$ 21,3 mil em multas foram aplicadas. 

De acordo com o balanço do órgão, quatro pessoas foram autuadas por infrações ambientais. Das quatro autuações, três foram por crimes contra a flora, sendo uma por desmatamento e duas por exploração ilegal de madeira.

Com relação à prevenção e repressão à pesca, apesar de diversas abordagens de pescadores embarcados e desembarcados em rios de todas as regiões do Estado, somente um foi autuado por pesca irregular, quando pescava sem licença. 

Foram apreendidos 25 kg de pescado durante a operação. Destaca-se que cerca de 20 kg apreendidos de pescado, de fato, foram soltos por estarem vivos em petrechos ilegais e, somente 5 kg estavam mortos.

Nesta operação foram apreendidos um barco e um motor de popa. A PMA verificou pouca quantidade de pescadores nos rios do Estado, especialmente na região Sul, provavelmente devido ao clima um pouco mais frio ocorrido no feriado prolongado.
As multas aplicadas totalizaram R$ 21.300,00. 

Drones

A PMA utilizou-se de drones para auxiliar no monitoramento das áreas dos rios. Conforme divulgou o órgão, o uso desses aparelhos será importante, em virtude de que muitos pescadores que praticam pesca predatória possuem uma rede de informantes, para avisarem via telefone e, às vezes, até com fogos, quando os Policiais saem para a fiscalização nos rios, o que torna difícil a prisão dos infratores.

O uso das imagens dos drones, em alguns casos, permitirá a identificação dos elementos por características físicas pessoais e das embarcações utilizadas. Dessa forma, serão identificados e responderão por crime ambiental de pesca predatória. A pena para este crime é de um a três anos de detenção. Serão também multados administrativamente em valor de R$ 700,00 a R$ 100.000,00.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

NORONHA
Isis Valverde relembra foto de biquíni em cenário paradisíaco
FATALIDADE
Vítimas de grave acidente em Bataguassu serão veladas neste sábado
JUSTIÇA
Direitos da criança e do índio são preservados em adoções por indígenas
CAPITAL
Polícia pede prisão de comerciante suspeito de matar o próprio tio
LEGISLAÇÃO
Detran esclarece Lei que permite transferência de multas e pontos na CNH
CORRUPÇÃO
Traficantes acusam polícia paraguaia de cobrar R$ 30 mil para liberar droga
ESPORTES
Mundo Novo abre a 2ª fase da Copa Assomasul de futebol
CORUMBÁ
Justiça nega prisão de médico suspeito de cobrar por cirurgia do SUS
CAMPO GRANDE
Homem agride ex-esposa gestante em posto de saúde e acaba preso
MINISTÉRIO PÚBLICO
Concurso da PRF: após ação, banca convoca mais candidatos negros

Mais Lidas

FRONTEIRA
Pistoleiros são presos após executarem homem a tiros
DOURADOS
Delegado encerra Inquérito e aguarda perícia para saber se tiro que matou bioquímico foi acidental
DOURADOS
AGORA: Homem é baleado no Estrela Verá
FRONTEIRA
Suspeito de ter matado homem encontrado boiando em rio é preso