Menu
Busca sábado, 19 de outubro de 2019
(67) 9860-3221
MS

PMA apreende 25 kg de pescado e aplica R$ 21,3 mil em multas durante a operação Corpus Christi

24 junho 2019 - 15h35Por Da redação

A Polícia Militar Ambiental divulgou nesta segunda-feira (24), o balanço da operação Corpus Christi, realizada durante o ‘feriadão’ (de 19 a 24 de junho) em Mato Grosso do Sul.  O objetivo foi coibir crimes ambientais na região. Mais de R$ 21,3 mil em multas foram aplicadas. 

De acordo com o balanço do órgão, quatro pessoas foram autuadas por infrações ambientais. Das quatro autuações, três foram por crimes contra a flora, sendo uma por desmatamento e duas por exploração ilegal de madeira.

Com relação à prevenção e repressão à pesca, apesar de diversas abordagens de pescadores embarcados e desembarcados em rios de todas as regiões do Estado, somente um foi autuado por pesca irregular, quando pescava sem licença. 

Foram apreendidos 25 kg de pescado durante a operação. Destaca-se que cerca de 20 kg apreendidos de pescado, de fato, foram soltos por estarem vivos em petrechos ilegais e, somente 5 kg estavam mortos.

Nesta operação foram apreendidos um barco e um motor de popa. A PMA verificou pouca quantidade de pescadores nos rios do Estado, especialmente na região Sul, provavelmente devido ao clima um pouco mais frio ocorrido no feriado prolongado.
As multas aplicadas totalizaram R$ 21.300,00. 

Drones

A PMA utilizou-se de drones para auxiliar no monitoramento das áreas dos rios. Conforme divulgou o órgão, o uso desses aparelhos será importante, em virtude de que muitos pescadores que praticam pesca predatória possuem uma rede de informantes, para avisarem via telefone e, às vezes, até com fogos, quando os Policiais saem para a fiscalização nos rios, o que torna difícil a prisão dos infratores.

O uso das imagens dos drones, em alguns casos, permitirá a identificação dos elementos por características físicas pessoais e das embarcações utilizadas. Dessa forma, serão identificados e responderão por crime ambiental de pesca predatória. A pena para este crime é de um a três anos de detenção. Serão também multados administrativamente em valor de R$ 700,00 a R$ 100.000,00.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROMOÇÃO
Abevê realiza sorteio da promoção "Sonho de Ouro" neste sábado
FUTEBOL DE BASE
Estadual Sub-15 tem rodada cheia neste fim de semana
PONTA PORÃ
Empresário é executado por pistoleiros na fronteira
JOGOS UNIVERSITÁRIOS
Judô e natação de MS buscam medalhas nas individuais dos JUBs
TRÁFICO
Perseguição acaba com capotamento e maconha apreendida em carro de luxo
JUSTIÇA
Semana da Conciliação começa no início de novembro
MATO GROSSO DO SUL
Lei que institui ações de resgate ao civismo nas escolas de MS é sancionada
FUTEBOL
Estadual Feminino tem duas partidas neste sábado
COMÉRCIO EXTERIOR
Bolsonaro inicia hoje viagem por Oriente Médio e Leste da Ásia
DOURADOS
Edição deste ano do Festsol acontece no domingo

Mais Lidas

DOURADOS
Motorista bêbado tomba veículo na Joaquim Teixeira Alves
DOURADOS
Além de droga, pente-fino na PED encontrou cachaça, roteador de internet e ‘sky gato’
DOURADOS
Alvo de furtos e abusos no trânsito, avenida passa a ser monitorada por câmeras
DOURADOS
Prefeitura abre licitação para vender folha de pagamento do funcionalismo