Menu
Busca segunda, 18 de junho de 2018
(67) 9860-3221
PEDRO JUAN

Pistoleiros executam brasileiro na fronteira

03 novembro 2017 - 07h52Por Da Redação

O brasileiro Alexandre Pacheco Valientes, 36, foi executado na madrugada desta sexta-feira (3) na região de fronteira. O crime ocorreu por volta de 5h20, quando ele transitava pela rua Natalício Talavera, próximo a Laguna Punta Porã, em Pedro Juan Caballero, no Paraguai.

De acordo com o Porã News, pistoleiros dentro de um VW Saveiro preto, realizaram 11 disparos de pistola 9mm contra a vítima, que morreu no local. 

Agentes da Divisão de Homicídios e da Policia Técnica do Paraguai foram alertados sobre o caso e chegaram ao local onde constataram e execução.

Segundo os investigadores, existe a possibilidade do homicídio ter sido causado após briga com ex-cunhado da vítima, porém, não descartaram outras hipóteses. 

Ainda conforme o Porã News, Valientes possuí várias passagens pela polícia. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TV
Faustão critica presidente da Globo: "é proibido falar 'Projac'"
SELEÇÃO BRASILEIRA
Empate não abala confiança do grupo, afirmam atletas
ECONOMIA
Saques do PIS/Pasep colocarão R$ 34,3 bilhões na economia
BR-163
Homem morre em UPA após ser encontrado sangrando em rodovia
Vítima chegou foi socorrida por bombeiros
BRASIL
Petrobras reduz em 1,24% o preço da gasolina nas refinarias
CAPITAL
Três acusados de tentativa de homicídio por vingança vão a júri
SEM MOTIVOS APARENTES
Morador é esfaqueado depois de ter a casa invadida por grupo armado
Os três moradores da residência, segundo informações, foram agredidos pelos criminosos
ECONOMIA
MS bate recorde na contratação do FCO em cinco meses de 2018
SOLIDARIEDADE
Douradense busca ajuda para conseguir manter a família
DOURADOS
Polícia fecha boca de fumo e prende homem no Clímax

Mais Lidas

ATENTADO
Suspeitos de atentado contra prefeito de Paranhos são presos
TRÁFICO
Douradense é preso após abandonar veículo carregado com maconha na BR-463
DOURADOS
Homem morre após acidente na Guaicurus
PEDRO JUAN
Jovem dado como morto pela família fronteira aparece no próprio velório