Menu
Busca sábado, 23 de março de 2019
(67) 9860-3221

Pedreiro é assassinado a facadas por causa de 200 reais

07 junho 2011 - 16h48

O pedreiro Moacir Márcio de Mattos que já residiu em Dourados, (idade não informada), foi assassinado, esta tarde, em uma casa que está sendo construída, no bairro Bandeirantes, em Lucas do Rio Verde.

Conforme informações dos policiais que atenderam a ocorrência, o acusado pelo crime é João Crispim, de 60 anos. Eles tiveram discussão por causa de R$ 200. A versão que vai ser investigada é que João teria prestado serviço para a vítima e, em troca, teria combinado o valor de R$ 600.

Moacir pagou R$ 400 e saldaria o restante em alguns dias. Esta tarde, João foi até a obra para receber os R$ 200. Como Moacir não tinha dinheiro, houve discussão e acabou levando duas facadas, uma nas costas e outra na altura do tórax.

João Crispim foi detido logo em seguida pela Polícia e encaminhado para a delegacia de Polícia Civil. O corpo de Moacir está em uma funerária da cidade aguardando necropsia. Ele era casado.

Fonte: Só Noticias

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Após cirurgia, Cleo Pires exibe corpão, faz dancinha e rebate seguidor
TRÊS LAGOAS
Mulher que entrou em briga de casal e matou homem diz que foi acidente
FUTEBOL
Aquidauanense vence o Operário na abertura das quartas do Estadual
DOURADOS
Agehab vai aos bairros para regularização de loteamentos sociais
PONTA PORÃ
Adolescente é apreendida com maconha que levaria para São Paulo
LUTO
Ator e diretor Domingos Oliveira morre aos 83 ans no Rio de Janeiro
FUTEBOL
Paquetá marca, mas Brasil só empata com Panamá em amistoso
BRASIL
Caminhoneiros se mobilizam para nova paralisação, mostra monitoramento
IVINHEMA
Médico veterinário morre em acidente de moto na MS-276
CICLISMO
Desafio das Araras de Mountain Bike abre inscrições para 2ª etapa

Mais Lidas

HU
Dengue hemorrágica causa morte de menino de 11 anos em Dourados
LUTO
Fundadora da ADL, Ruth Hellman morre em Dourados
DOURADOS
Protesto contra a Reforma da Previdência leva centenas ao Centro
DOURADOS
Trio que matou e roubou cabeleireiro é condenado a 62 anos de cadeia