Menu
Busca sábado, 26 de setembro de 2020
(67) 99659-5905

Pecuarista denuncia furto de 07 bezerros em sua propriedade

09 junho 2011 - 19h01

O pecuarista Antonio Marcos Chicarelli de 41 anos, denunciou a Polícia Civil de Vicentina, o furto de 07 bezerros, de uma propriedade localizada entre a linha do Barreirinho e Porterito, as margens da rodovia MS-147.

A vítima disse que esteve na propriedade, na manhã de terça-feira (07), para tratar das 34 cabeças de gado de corte que cria. Na quarta-feira (08), retornou a propriedade, por volta das 08h, e em companhia de um primo de sua esposa, foram até o sítio a fim de prender e transportar 07 bezerros.
Ao iniciar o embarque dos bezerros, o pecuarista percebeu que faltavam 07 bezerros, posteriormente encontrou um bezerro amarrado nas patas, há cerca de 100m da porteira que dá acesso ao sítio.

O pecuarista não tem suspeita de quem teria praticado o furto.

Fonte: Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

TV DOURADOS NEWS
IFMS abre 160 vagas para o curso de técnico integrado em Informática para internet
SAÚDE & BEM - ESTAR
Pandemia: o que será de nós, depois da máscara?
MARACAJU
Menina procura a avó e diz que foi obrigada a ver filmes pornográficos
CRISE AMBIENTAL
Papa cita na ONU 'perigosa situação da Amazônia e dos indígenas'
TAQUARUSSU
Ambiental autua quatro em R$ 8,4 mil e apreende 139 quilos de pescado
UEMS
Abertas inscrições para seleção de docentes temporários na área de Letras
TRÁFICO
Casal morador em Ponta Porã é preso com maconha em Minas Gerais
SAÚDE
Setembro Verde: Central de Transplantes realiza live no próximo domingo
POLÍCIA
“Ordem do presídio”, diz ladrão de 17 anos que atirou em caminhoneiro
FUTEBOL
STJD indefere pedido e confirma Palmeiras e Flamengo para domingo

Mais Lidas

POLÍCIA
Caminhoneiro de Dourados morre ao capotar na serra de Maracaju
PANDEMIA
Novo decreto diminui toque de recolher e libera venda de bebidas em bares até as 23h
PROSSEGUIR
Governo atualiza mapa da Covid e Dourados volta para "bandeira vermelha"
PONTA PORÃ
Polícia apreende comboio com contrabando avaliado em R$ 1 milhão