Menu
Busca sexta, 17 de agosto de 2018
(67) 9860-3221
CAPITAL

Patroa precisa intervir para separar atendentes que se estapeavam

25 outubro 2017 - 18h20Por Da Redação

A proprietária de ume loja precisou intervir para que funcionárias de um loja de cereais, localizada no Jardim Monte Líbano, em Campo Grande, deixassem de se estapear. O fato ocorreu após discussão por causa de divergência no atendimento de um cliente. 

De acordo com o registro policial, na quarta-feira passada (18), as atendentes, uma de 24 e a outra de 35 anos, teriam se desentendido porque uma delas teria sido antiética no atendimento a um cliente.

Alteradas, as duas funcionárias partiram para a agressão física, conforma o site Midiamax, sendo que uma delas teve mechas do cabelo arrancadas. A briga foi vista por todos os trabalhadores da loja e a proprietária do estabelecimento foi quem tentou separá-las.

As duas receberam suspensão de três dias, porém, uma delas foi demitida no fim do prazo, fato que a teria motivado a registrar a ocorrência na 4ª Delegacia de Polícia de Campo Grande.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSOS
Gracyanne Barbosa ousa em posição e deixa bumbum em evidência
ASSEMBLEIA
Projeto aprovado eleva Comarca de Rio Verde à categoria de segunda entrância
TECNOLOGIA
Anatel abre consulta pública sobre uso de faixa de frequência para 5G
JUCEMS
MS abriu mais de 500 empresas em julho
FLAGRANTE
Polícia prende em Corumbá foragido da Justiça do Maranhão
ELEIÇÕES 2018
TSE nega participação de Lula em debate na TV amanhã
ESPECIALIZAÇÃO
IFMS abre matrícula para especialização em Docência para Educação Profissional
ENSINO SUPERIOR
Estudantes que vão concluir graduação já podem se cadastrar no Enade 2018
REAJUSTE SALARIAL
Frentistas de MS tentam reajuste salarial desde 1º de março
COTAÇÕES
Dólar tem leve alta e volta ao patamar de R$ 3,90 com incerteza eleitoral

Mais Lidas

DOURADOS
Madrasta de criança morta é autuada por homicídio
DOURADOS
Além da madrasta, delegado autua o pai e ambos responderão pela morte de criança
DOURADOS
Criança de 1 ano teve trauma no tórax e laceração hepática
DOURADOS
Criança possuía lesões na cabeça e pescoço e polícia investiga o caso