Menu
Busca quinta, 24 de maio de 2018
(67) 9860-3221
BANNER AUDIÊNCIA ASSEMBLEIA
CAPITAL

Patroa precisa intervir para separar atendentes que se estapeavam

25 outubro 2017 - 18h20Por Da Redação

A proprietária de ume loja precisou intervir para que funcionárias de um loja de cereais, localizada no Jardim Monte Líbano, em Campo Grande, deixassem de se estapear. O fato ocorreu após discussão por causa de divergência no atendimento de um cliente. 

De acordo com o registro policial, na quarta-feira passada (18), as atendentes, uma de 24 e a outra de 35 anos, teriam se desentendido porque uma delas teria sido antiética no atendimento a um cliente.

Alteradas, as duas funcionárias partiram para a agressão física, conforma o site Midiamax, sendo que uma delas teve mechas do cabelo arrancadas. A briga foi vista por todos os trabalhadores da loja e a proprietária do estabelecimento foi quem tentou separá-las.

As duas receberam suspensão de três dias, porém, uma delas foi demitida no fim do prazo, fato que a teria motivado a registrar a ocorrência na 4ª Delegacia de Polícia de Campo Grande.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GREVE DOS CAMINHONEIROS
Quarto dia de bloqueio fecha 30 trechos em 21 cidades de MS
MARACAJU
Veículo abarrotado de cigarros contrabandeados é apreendido
DOURADOS
Grupo é flagrado marcando lotes durante invasão de área pública
CONFUSÃO
Cliente é agredido com socos por funcionário de posto de combustíveis
Os dois começaram a discutir e o frentista passou a atender outros clientes
DOURADOS
Mulher tem moto furtada no Jardim América
RURAL
Brasil recebe certificação de país livre da febre aftosa com vacinação
TENTATIVA DE HOMICÍDIO
Rixa antiga teria motivado atentado contra “zóio de gato”
VIOLÊNCIA URBANA
Ladrão da “faca de açougueiro” faz duas vítimas em Dourados
VELHICE
Sérgio Reis revela lista de doenças e diz que ficar velho é uma desgraça
OPERAÇÂO OIKETIKUS
Policial teria sido assassinado por contrabandistas de cigarro

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Douradense morre em acidente na MS-270
RODOVIAS BLOQUEADAS
Greve dos caminhoneiros pode paralisar indústria em Dourados
MANIFESTAÇÃO
Caminhoneiros bloqueiam três trechos da BR-163 em Dourados
OPERAÇÃO OIKETIKUS
Gaeco volta às ruas contra "máfia do cigarro"