Menu
Busca domingo, 20 de outubro de 2019
(67) 9860-3221
MEIO AMBIENTE

Paraguaios são presos e autuados por tráfico de filhotes de tucanos

26 outubro 2017 - 12h20Por Da Redação

Equipes da 2ª Companhia da Polícia Militar de Bela Vista prenderam nesta quarta-feira, dia 25 de outubro, dois paraguaios com filhotes de tucanos, na rodovia BR-060, na altura do km 3.

Os policiais levaram os homens até a PMA (Polícia Militar Ambiental) para as providências administrativas relativas ao tráfico de animais silvestres.

Os infratores, de 19 e 20 anos, residentes em Bella Vista Norte, no Paraguai, que estavam com dois filhotes de tucanos afirmaram que tinham pegado os animais em um coqueiro à margem da BR e levariam para sua cidade de residência.

Os infratores foram presos e conduzidos à delegacia de Polícia Civil de Bela Vista e responderão por crime ambiental.

A pena é de seis meses a um ano de detenção. As aves serão encaminhadas para o Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres), em Campo Grande.

Deixe seu Comentário

Leia Também

IMPASSE
Representantes da UFGD recorrem à bancada federal para nomeação de reitor
10 MESES
Bombeiros encontram mais um corpo da tragédia em Brumadinho
INVENTÁRIO
Juiz da Capital pode estar ligado a mais um esquema de corrupção
UEMS
Dourados sedia na próxima semana o IV Congresso de Línguas
INTERNACIONAL
Incerteza sobre 4º mandato de Evo marca eleição amanhã na Bolívia
Céuzinho
Jovem sobrevive após cair de altura de 20 metros em cachoeira
JUDICIÁRIO
Gilmar Mendes suspende lei municipal que barrava ensino de gênero
CAPITAL
Aquaplanagem pode ter causado acidente que matou violeiro, diz motorista
UEMS
Semana Técnica de Computação começa segunda-feira em Dourados
CRIMINOSOS
‘Escritório’ da falsificação: Preso tinha contratos com grupo de estelionatários

Mais Lidas

DOURADOS
Motorista bêbado tomba veículo na Joaquim Teixeira Alves
DOURADOS
Além de droga, pente-fino na PED encontrou cachaça, roteador de internet e ‘sky gato’
DOURADOS
Alvo de furtos e abusos no trânsito, avenida passa a ser monitorada por câmeras
PONTA PORÃ
Empresário é executado por pistoleiros na fronteira