Menu
Busca quarta, 12 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221

Para OAB/MS, falta investimento em estabelecimentos penais

26 dezembro 2012 - 08h49

O aumento de 112% da população carcerária brasileira na última década vem na contramão da propostas de socialização dos detentos. A avaliação é do presidente da Comissão de Advogados Criminalistas da OAB/MS, Luiz Carlos Saldanha Rodrigues Junior, ao analisar os dados divulgados pelo Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo, divulgado na quarta-feira (19).

“Falta estrutura adequada nas penitenciárias para que o cidadão que esta pagando sua pena por ter cometido um crime possa se ressocializar. Não há investimento, e isso não ocorre apenas em nosso Estado, é uma tendência nacional”, comentou Saldanha Junior.

O presidente da Comissão da OAB/MS cita como exemplo casos de estabelecimentos penais que atuam até quatro vezes mais que sua capacidade capacidade comporta. “Com isso, o detento sai da pena pior do que entrou, seja pela humilhação que passou ou pela revolta”, disse o presidente da Comissão.

O relatório foi divulgado pelo Núcleo que analisou dados entre 2001 e 2010. De acordo com o relatório, "o sistema prisional brasileiro continuou a ser, na década de 2000, um setor público dramaticamente atravessado por severas violações de direitos humanos". Uma das principais delas seria o deficit de vagas no sistema prisional.

Atualmente, o Brasil é o quarto país com o maior número de presos do mundo, atrás de Estados Unidos, China e Rússia.

Segundo o documento, embora o crescimento da população carcerária tenha sido uma tendência mundial nas últimas décadas, o ritmo apresentado pelo Brasil foi "frenético e assustador". O país registrou um aumento de 112% no número de detentos, de 233 mil no ano de 2001 para 496 mil em 2010.

O deficit de vagas no sistema em 2000, segundo os pesquisadores, era de quase 70 mil. Em 2010, ele subiu para quase 198 mil vagas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Nova diretoria da Amamsul será empossada na próxima sexta-feira
EDUCAÇÃO
UEMS divulga versão preliminar do Projeto Pedagógico Institucional
JUROS
Copom mantém taxa Selic em 6,5% ao ano pela sexta vez seguida
COTAÇÃO
Dólar fecha em queda com alívio das tensões comerciais no exterior
GOIÁS
MP pede prisão de João de Deus após denúncias de abuso sexual
CLIMA
Ventania levanta "nuvem de poeira" em Dourados
BRASIL
Temer sanciona lei que destina verba de loterias para segurança
ENCONTRO
Reinaldo entrega documento a Moro com 21 propostas para segurança do País
ASSEMBLEIA
Deputado propõe frente para proteção das unidades de conservação ambientais de MS
NOVO GOVERNO
Murilo e Geraldo são cotados para assumir secretarias no governo Azambuja

Mais Lidas

DOURADOS
Contador e esposa são presos na segunda fase da Operação Pregão
TRAGÉDIA
Neto matou avó com duas facadas nas costas
TRAGÉDIA EM ITAPORÃ
Antes de assassinato, menor discutiu com a avó porque queria vir para Dourados
DOURADOS
Polícia prende acusado de agredir e esfaquear idosa em assalto