Menu
Busca sábado, 30 de maio de 2020
(67) 99659-5905
PMA E IBAMA

Operação combate tráfico de papagaios em MS

10 outubro 2019 - 13h50Por Redação

Operação conjunta desenvolvida desde o dia 2 de setembro pela PMA (Polícia Militar Ambiental) e pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) para prevenir a retirada de filhotes de papagaios dos ninhos pelo tráfico identificou Novo Horizonte do Sul como município em que o problema tem persistido com mais frequência e onde existem mais pessoas que têm sido presas por envolvimento.

“Ao conhecer a forma de agir dos traficantes, principalmente de aliciamento de assentados, funcionários de fazendas, entre outros, para fazerem as retiradas dos filhotes e depois comprarem, ninhos, principalmente os que sofreram violações no ano passado estão sendo monitorados e toda a região de tráfico está com equipes em trabalhos preventivos de bloqueios e nas propriedades e assentamentos rurais”, detalha a PMA.

Segundo os militares, tem sido da orientação e informação sobre a legislação e os problemas criminais e de multas também para quem adquire e tem em cativeiro os animais é uma das estratégias das equipes.

Na quarta-feira (9), um policial que trabalha na região recebeu ligação de um conhecido que reside em Novo Horizonte do Sul, pedindo orientação, onde poderia entregar dois papagaios que sua tia havia encontrado abandonados em uma rua da cidade.

O militar orientou que as aves fossem entregues no Pelotão da Polícia Militar da cidade. Os animais adultos e já domesticados foram abandonados por alguém que ficou com receio de ser pego com os papagaios, tendo em vista diversas vistorias realizadas pelas equipes na cidade e em propriedades rurais nesse período de operação. As aves serão encaminhadas ao Centro de Reabilitação de Animais silvestres.

Denominada Operação Bocaiúva, essa ação conjunta entre PMA, Ibama e Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) monitora, sobretudo, municípios próximos às divisas com os estados de São Paulo e Paraná, como Jateí, Batayporã, Bataguassu, Ivinhema, Novo Horizonte do Sul, Anaurilândia, Santa Rita do Pardo, Nova Andradina, Três Lagoas e Brasilândia, além de Naviraí, Itaquiraí, Eldorado e Mundo Novo.

Mas as autoridades destacam que a operação está sendo realizada em todo o Estado, como em 2018, quando houve redução na retirada de filhotes de papagaios no Estado. Isso porque de agosto a dezembro é o período reprodutivo dos papagaios, animais mais traficados no Estado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NA CAPITAL
Criança fica ferida ao ser atropelada por moto em avenida de Campo Grande
RELAÇÕES INTERNACIONAIS
EUA anunciam mais US$ 6 mi para ajudar Brasil no combate à pandemia
REGIÃO
Polícia localiza mocó de maconha e prende dois em Ivinhema
ESPORTES
Após cancelamento de maratona, corredor propõe “desafio solidário”
TOQUE DE RECOLHER
Mais de 200 são flagrados nas ruas de sexta para sábado na Capital
GOVERNO
Acordo prevê no máximo 20 dias para análise de auxílio emergencial
UEMS
Estudantes de MS criam robô que ajuda na prevenção do coronavírus
PANDEMIA
Primeiro caso de Covid-19 em Aquidauana pegou o vírus na Capital
JUSTIÇA
STF aprova mais 5 anos para adesão a acordo de planos econômicos
MONITORAMENTO
MS fica em 3º lugar no ranking de transparência nas informações sobre o coronavírus

Mais Lidas

DOURADOS
Protocolo é seguido e mulher vítima do coronavírus é enterrada sem despedida de familiares
MAIORIA JOVENS
Vítima fatal da Covid-19 faz parte da faixa etária com mais casos da doença em Dourados
COVID-19
Curva segue ascendente e Dourados ultrapassa 200 casos de coronavírus
PANDEMIA
Comitê diz que Dourados não é epicentro do novo coronavírus e descarta lockdown