Menu
Busca terça, 21 de agosto de 2018
(67) 9860-3221
DOURADOS

Mulher tenta reagir a assalto e acaba agredida

15 outubro 2017 - 11h15Por Adriano Moretto e Osvaldo Duarte

Mulher de 40 anos foi vítima de assalto na manhã de sábado (14) em Dourados. O crime ocorreu na região do Jardim dos Estados, mesmo bairro onde ela reside e na ação, a vítima acabou agredida pelo suspeito.

Conforme o boletim de ocorrência, ela seguia pela rua Continental por volta de 7h20 e próximo ao cruzamento com a Iran Pereira de Matos, homem chegou e anunciou o roubo.

Percebendo que não portava arma, a mulher tentou reagir e acabou levando um soco. 

Em seguida o ladrão a obrigou entregar o aparelho de telefone celular e fugiu em seguida. O caso foi denunciado no 1º Distrito Policial e será investigado.

Outro roubo


Já no início da noite de sexta-feira (13), na rua Projetada, Canaã IV, homem de 57 anos caminhava pelo local quando suspeito se aproximou e por trás, anunciou o roubo levando carteira com documentos pessoais, cartões, R$ 700 e chaves.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Inadimplência do consumidor atinge 61,6 milhões no país
CONTRABANDO
Polícia flagra caminhonete com meia tonelada de agrotóxico chinês
É LEI
Multas de trânsito já podem ser parceladas com cartão de crédito
BANDIDAGEM
Ladrões furtam mais duas motos em Dourados
SELETIVA PARA COPA SP
Federação ajusta última rodada do Estadual Sub-19
BRASIL
Morre aos 61 anos o jornalista Otavio Frias Filho
PONTA PORÃ
Homem tenta incendiar a casa da ex-sogra para se vingar
DOURADOS
Jovens são detidos após furto de três barras de chocolate
LEVANTAMENTO
Eleições 2018: 75% dos deputados federais devem se reeleger
DOURADOS
Traficante é preso acusado de vender droga próximo a escola

Mais Lidas

BRUTALIDADE
Estudante de medicina brasileira é assassinada na fronteira
DOURADOS
Homem acorda na madrugada e dá “de cara” com ladrão dentro de casa
CRIME BÁRBARO
Estudante assassinada no Paraguai é filha de ex-prefeito no MT
DOURADOS
Parque volta a ser alvo de vândalos e secretário diz que ação é "orquestrada e criminosa"