Menu
Busca terça, 22 de janeiro de 2019
(67) 9860-3221

Mulher que levou cinco tiros é ouvida pela polícia

25 maio 2011 - 10h43

Ainda internada na Santa Casa de Campo Grande, Patrícia Oliveira Guimarães, 31 anos, prestou seu primeiro depoimento para a polícia depois que seu ex-marido, Márcio Leão Cavalcante, 28 anos, atirou contra ela no dia 14 de maio. Cinco balas explosivas a atingiram em órgãos importantes, mas ela sobreviveu depois de dias em coma.

Por telefone, a reportagem conversou com Patrícia na tarde desta terça-feira (24). Ainda bastante debilitada, ela contou como foi que o ex-marido a atraiu para uma "conversa a sós", que, na verdade, acabou na tentativa de homicídio. Ele disparou cinco tiros que a atingiram em órgãos importantes, entre eles o fígado que ficou praticamente destruído.

Patrícia conta que naquele sábado Márcio foi até a casa de sua avó no Jardim Monumento e foi recebido pelo padrasto dela, Edmilson. Na negativa de que a moça estava na casa, o ex-marido ligou para o celular dela, que também negou estar na residência.

Márcio acabou convencendo Edmilson a conversar com Patrícia e o padrasto acabou a convencendo a conversar com o ex, porém toda a família, inclusive o filho do casal, foi com ela ao encontro de Márcio, que estava em frente à casa.

“Eu senti alguma coisa que não consigo explicar que me segurava dentro de casa. Estava com uma sensação ruim de algo estava para acontecer”, recorda-se.

Quando Patrícia chegou com a família. Márcio disse que podiam deixá-la a sós com ele porque sua intenção era apenas conversar com a moça. “ele disse que eles podiam ficar tranquilos. Que não ia me agredir, só queria conversar, mas eu estava com uma angústia que não sabia explicar”, lembra.

Depois do pedido de Márcio a família entrou na casa, menos o filho do casal. Patrícia detalha que o ex pediu desculpas por tudo de errado que já tinha feito contra ela, inclusive as agressões físicas praticadas três dias antes.

Márcio dentro do carro e Patrícia do lado de fora. Neste momento seu ex-companheiro mandou a criança entrar na casa. Temendo por algo que não sabia exatamente, a moça pediu para que ele saísse do veículo.

Quando ele saiu já foi perguntando se realmente ela não ia aceitá-lo de volta como marido. Ela disse que não. Foi quando o autor saiu do carro e ela rapidamente disse que ia entrar na residência e já voltava.

Quando Patrícia virou as costas Márcio, sem dizer nada, começou a atirar contra ela. Cinco tiros a atingiram. Ela foi socorrida e levada para a Santa Casa onde permanece internada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NA SUIÇA
Bolsonaro defende preservação ambiental e desenvolvimento econômico
SAÚDE
Supera promove saúde mental e apoia Janeiro Branco
NOVA ANDRADINA
Idoso é autuado em R$ 1,6 mil por transportar pneus contrabandeados do Paraguai
ESPORTES
Uma partida abre a 2ª rodada do Estadual 2019 nesta terça-feira
20 ANOS DEPOIS
Sete pessoas que atuaram na equipe do ex-governador de MS Wilson Barbosa são condenadas por improbidade
VAGAS
Hoje iniciam as matrículas de estudantes com deficiência na UFGD
DOURADOS
Convênio com Jucems para operacionalização da Redesim é renovado
INTERNACIONAL
Protestos violentos tomam conta de Caracas e cidades da Venezuela
FAMOSOS
Grávida, Thaeme celebra quatro anos de casamento e sai da dieta
POLÍTICA
Ministros estão "mapeando" problemas pelo Brasil, diz Bolsonaro

Mais Lidas

IVINHEMA
Assaltante é morto após invadir chácara, sequestrar duas vítimas e tentar roubar carros
DOURADOS
Rapaz é agredido com garrafa quebrada e acaba internado em estado gravíssimo no HV
BR-262
PRF aponta “erro” em divulgação de suicídio como causa de acidente com três mortes
POLÍCIA
Presos por sequestro em Ivinhema são identificados na Defron