Menu
Busca quinta, 21 de novembro de 2019
(67) 9860-3221

Mulher assassinada na Capital era tia da cantora Lia Mayo

17 maio 2011 - 11h07

Creuzina Alves Gomes, 59 anos, assassinada por volta das 19 horas de ontem, no bairro Buriti, em Campo Grande, era tia da cantora Lia Mayo, conhecida por shows de axé em todo o Estado, como festa tradicionais de virada de ano em Campo Grande e Carnaval.

O crime ocorreu no início da noite de ontem, depois que um garoto de 17 anos invadiu a casa da vitima para furtar e acabou surpreendido por Creuzina.

O adolescente foi apreendido na sequência, porque era conhecido da família e foi visto saindo da residência.

Lia Mayo não foi localizada, segundo amigos ela está em Campo Grande.

Creuzina foi estrangulada com um fio de ferro-de-passar e depois esfaqueada.

O adolescente tem passagens pela Polícia desde os 12 anos.

O velório deve começar à tarde, na PAX Nacional. A capela fica na avenida Marechal Deodoro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Bolsonaro participa nesta quinta-feira de ato de fundação de novo partido
JUSTIÇA
Acusado de matar ‘amante’ da namorada é condenado a 15 anos de prisão
DOURADOS
UEMS e WWF-Brasil firmam acordo para Centro de Estudos de Fronteira
ECONOMIA
Pagamento do 13º do Bolsa Família está garantido, diz porta-voz
NOVA ANDRADINA
Mulher faz rifa para ajudar no tratamento de marido vítima de acidente
CASO MARIELLE
Porteiro volta atrás e diz que errou ao dizer que havia falado com 'seu Jair'
ROTA BIOCEÂNICA
Itaipu licita em dezembro o projeto executivo da ponte do Rio Paraguai
ECONOMIA
2020 terá o dobro de feriados prolongados; Confira as datas
ARTIGO
Dourados por três dias é sede do governo
TRÊS LAGOAS
Crianças ficam sob mira de revólver durante assalto em residência

Mais Lidas

ESTELIONATO
Suspeita de aplicar golpes em Dourados é presa na Paraíba
OPERAÇÃO PATRON
Dono de loja de importados na fronteira também é alvo de operação
TENTATIVA DE FEMINICÍDIO
Ex esperou mulher chegar de curso para tentar matá-la no Estrela Verá
OPERAÇÃO PURIFICAÇÃO
Justiça Federal aceita denúncia contra cinco suspeitos de corrupção na Funsaud