14/11/2012 07h50

Motorista de micro-ônibus morre em acidente com carreta na BR-163

 

.
Foto: MidiaMax Foto: MidiaMax

O motorista de um micro-ônibus morreu em um acidente na BR-163, por volta de 14h desta terça-feira (13), a 75 km de Campo Grande, já no município de Nova Alvorada do Sul. No micro-ônibus havia somente o motorista.

A vítima fatal, Rui Kmupp, 63 anos, dirigia o micro-ônibus em uma subida no sentido Nova Alvorada-Campo Grande e a carreta com placas de Maringá (PR) carregada de semente de milho, no sentido contrário transitava na descida, no momento em que houve a colisão frontal.

O caminhoneiro Carlos Augusto da Silva, 23, foi levado ao Hospital Municipal de Nova Alvorada do Sul, consciente e com fraturas em dedos de um dos pés e escoriações.

No local, foi encontrado um documento de entrega do micro-ônibus, que ainda estava sem placas. O motorista da carreta disse durante o atendimento, que, o motorista do micro-ônibus invadiu a pista contrária.

O corpo da vítima ficou enroscado embaixo da carreta, depois arremessado parou a 50 metros do veículo que dirigia, encoberto parcialmente pelas sementes de milho. O motor do micro-ônibus também foi arremessado a mais de 50 metros.

O congestionamento passou dos 20 km em um dos sentidos da pista. No local da colisão são permitidas as ultrapassagens.

(10) Comentários

Restam caracteres. * Obrigatório
Digite as 2 palavras abaixo separadas por um espaço.
 

que infeliçidade , um moleque no volante de um bitrem tirou a vida de um pai de familia

 
marcelo em 27 de novembro de 2012 às 17:43

o renata nao comenta bobagem acidente nao e destino e imprudençia de um ou de outro

 
valter em 14 de novembro de 2012 às 20:20

Sr Renato, tenho certeza que o senhor não conhece nada sobre cadeia produtiva, muito menos sobre logística e transporte. Em qualquer país em que haja produção, é indíspensável o uso de caminhoes na fase inicial do transporte. em qualquer país os trens e navios são carregados e descarregados por caminhões, ou o senhor acha que o trem vai passar pelas propriedades rurais coletando os produtos, daqui ha alguns anos haverá em Dourados um terminal de trem/ferrovia, e isso não tira um caminhão sequer das estradas brasileiras, graças a Deus! Mas se o senhor se referir a política podre e assasina que temos em nosso país, isso é verdade, pois as verbas de bilhões que deixam de ser investidas nas estradas e hospitais etc, isso mata o povo brasileiro.Amanhã cedo na hora que o senhor for tomar o seu café, lembre-se: foi um caminhão que levou do rio grande do sul a semente, de paranaguá o fertilizante, de são paulo os herbicidas, fungicidas, de jardim o calcário, de cubatão o gesso, de horizontina o trator e colheitadeira para que o agricultor plantasse, e depois foi o caminhão que transportou a colheita até o armazém, e depois outro caminhão levou o trigo até o moinho, e depois outro, do moinho até a padaria, para fazer o pãozinho que vc vai comer.Obrigado " Sem caminhão o Brasil pára!!!"

 
Caminhoneiro em 14 de novembro de 2012 às 18:36

pra nos que somos da mesma função e muito triste ver esse tipo de noticias!!!!!!

 
Fabiano Vieira Da Luz em 14 de novembro de 2012 às 18:03

Lamentável, estão acontecendo muitos acidentes por mais que a gente se cuida tem uns irresponssavel que não faz a sua parte e acaba tirando a vida de um inocente.
que Deus conforte a familia do falecido!!!!!

 
maiara em 14 de novembro de 2012 às 17:45

É sr Renato, como ficariam os motoristas se acabarem com a única forma de sustentar a família, se muitos, ou a maioria, não possuem escolaridade, cursos ou experiência em outra função, já é difícil para quem tem, imagina se todos ficassem sem emprego?Lamentável o acidente, mas nunca acontece por acaso, para tudo se tem uma explicação e um por quê. Ninguém morre na véspera, todos nós já temos antes mesmo de nascer o dia e a hora de chegar e partir. Que DEUS conforte a família do falecido.

 
Renata em 14 de novembro de 2012 às 15:45

lamentavel

 
we em 14 de novembro de 2012 às 14:34

É impressionante os numeros de Acidentes que Vem Ocorrendo com frequencia nesta Rodovia 163. os numeros de Vitimas fatal vem aumentando Assustadoramente.Já Não é de hoje que esta Rodovia, é conhecida como Rodovia da Morte,não adianta construir,Faixa adicional, tem é que duplicar. afinal a Br 163 é uma das principal,Rodovia de grande fluxo de carros.e escoamentos de Grãos do MS. Esperamos que providencias Urgentes venha a ser tomada, para que outras vidas não seija seifadas nessa Rodovia.

 
Roger Ferreira em 14 de novembro de 2012 às 14:24

Meu Deus que tragédia....Que Deus possa confortar a família do rapaz que veio a falecer....

 
Priscila em 14 de novembro de 2012 às 12:42

Em países desenvolvidos rodovias são prioritariamente usadas por carros e ônibus ou raramente por transportes de pequenos percursos. No Brasil os caminhões matam muito, é o 2º transporte mais caro (só perde para o aéreo) e é matido mesmo assim atendendendo ao interesse de poucos. Seria muito melhor se o transporte de cargas fosse feito por ferrovia ou hidrovia o que descongestionaria as rodovias e tornaria o transporte e por consequencia as mercadorias mais baratas além de evitar tantas mortes e traumas. Até nisso o Brasil "consegue" inserir corrupção!!!

 
Renato em 14 de novembro de 2012 às 08:34