Menu
Busca sexta, 26 de abril de 2019
(67) 9860-3221
BONITO

Major do Exército é assassinado em frente a hotel

15 abril 2019 - 10h36Por Da Redação

O major aposentado do Exército Brasileiro, Paulo Settervall, foi morto a facadas na noite de domingo (14/4) em frente a um hotel na cidade de Bonito. Conforme testemunhas disseram à polícia, ele teria reagido a um assalto no local. 

De acordo com o Midiamax, Settervall foi professor do Colégio Militar de Campo Grande e homenageado este ano pela Obmep (Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas) por ter sido premiado em cinco edições das Olimpíadas.

Ele lecionava em uma escola particular da Capital após ter deixado o Exército.

Pelo Facebook, a esposa de Settervall explicou que a vida do seu marido “foi abreviada abruptamente por um meliante”. O corpo deve chegar à tarde em Campo Grande, onde o major aposentado morava com a família e dava aulas de Matemática. Ele deixa um filho de 12 anos.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Dada Favato, filha de Romário ostenta corpão em passaio na cachoeira
BR DISTRIBUIDORA
PGR pede condenação de Fernando Collor a 22 anos e 8 meses de prisão
CAPITAL
Com tuberculose, adolescente de 14 ans aguarda uma vaga em hospital
NOVA ANDRADINA
Bombeiro ajuda salvar vida de recém-nascido que se engasgou
DOURADOS
Capacitação de agentes de saúde vai alterar atendimento nas Unidades
RIO BRILHANTE
suspeito de matar dono de oficina com pistola .40 é preso
LEÃO
Um terço ainda não declarou IR a cinco dias do fim do prazo
BATAGUASSU
Polícia apreende 413 quilos de maconha em pátio de posto desativado
LIBERDADE
Carlos Ghosn paga R$ 17,8 milhões de fiança e é solto no Japão
CAMPO GRANDE
Homem suspeito de estuprar sobrinhas durante 3 anos é preso

Mais Lidas

DOURADOS
Vídeo mostra momento em que carona desce da moto e executa dono da lava-rápido no Jardim Pantanal
CAMPO GRANDE
Empresa demite funcionário por debochar de currículos em redes sociais
DOURADOS
Mulher é presa dentro de ônibus com 19 pacotes de skunk
DOURADOS
Auditoria da CGU revela irregularidades e superfaturamentos em contratos da Funsaud