Menu
Busca sexta, 22 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
DOURADOS

Laudo preliminar diz que agressões não foram suficientes para matar mulher

01 novembro 2017 - 10h16Por Adriano Moretto e Osvaldo Duarte

Laudo preliminar aponta que Neusa Vera, 37, teria morrido em decorrência de causas naturais e não após agressões. O óbito da mulher foi registrado na noite de segunda-feira (30) no assentamento indígena Ñ Porã, em Dourados. 

Conforme o apurado pelo Dourados News, a delegada titular da Delegacia da Mulher no Município, Paula Ribeiro dos Santos, já encaminhou à Justiça o pedido de soltura de causadas , Rusimar Cáceres, 24, principal suspeito, que passará por audiência de custódia ainda hoje (1).

De acordo com o documento, Neusa possuía vários sinais de agressões pelo corpo, porém, no entender do legista, não o suficiente para causar a sua morte. 

A principal suspeita é que ela possa ter morrido por asfixia ou parada cardíaca, já que consumia bebida alcoólica antes do fato.

Ao ser preso, Rusimar contou à polícia que morava com a vítima há um mês e saiu para trabalhar na segunda. Quando retornou, a encontrou bebendo com homem identificado como Lelo Rodrigues. 

Cansado, disse ter jantado e deitado. Mais tarde, conforme depoimento do suspeito, ouviu-se grito de socorro e quando chegou, encontrou Neusa caída.

Lideranças indígenas foram acionadas e contataram o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), porém, a mulher estava morta.

Apesar do depoimento do rapaz, testemunhas confirmaram que ele havia cometido o crime. 

Rusimar permanece preso no aguardo da decisão judicial e as investigações sobre o caso continuam, incluindo a realização de exames mais detalhados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ELEIÇÕES
Candidatos à Reitoria da UFGD ainda participarão de três debates
RURAL
Ministério da Agricultura prepara MP que muda inspeção sanitária
UEMS
Palestra sobre meditação será nesta sexta-feira em Dourados
LEÃO
Entrega da declaração do Imposto de Renda 2019 começa dia 7 de março
IGUATEMI
Homem é preso após simular suicídio da namorada que matou enforcada
TEMPO
Sexta-feira de sol com aumento de nebulosidade em Dourados
UAU
Bruna Griphao deixa tanquinho à mostra durante passeio na cachoeira
RORAIMA
Venezuela fecha fronteira com o Brasil no horário determinado por Maduro
BR-060
Perseguição acaba com 3 presos e caminhonete com maconha apreendida
REPASSES
Ministro do STF dá mais um ano para Congresso regulamentar a Lei Kandir

Mais Lidas

OPORTUNIDADE
Prorrogadas inscrições em processo seletivo para contratação de Assistentes de Atividades Educacionais
MAIS UM
Délia exonera secretário de Saúde e adjunta assume o posto
TURISMO
Deputado "mata" trabalho para passar nove dias em peregrinação
AMAMBAI
Homem mata a ex-mulher a facadas na frente dos sete filhos