Menu
Busca sexta, 21 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221
DOURADOS

Laudo preliminar diz que agressões não foram suficientes para matar mulher

01 novembro 2017 - 10h16Por Adriano Moretto e Osvaldo Duarte

Laudo preliminar aponta que Neusa Vera, 37, teria morrido em decorrência de causas naturais e não após agressões. O óbito da mulher foi registrado na noite de segunda-feira (30) no assentamento indígena Ñ Porã, em Dourados. 

Conforme o apurado pelo Dourados News, a delegada titular da Delegacia da Mulher no Município, Paula Ribeiro dos Santos, já encaminhou à Justiça o pedido de soltura de causadas , Rusimar Cáceres, 24, principal suspeito, que passará por audiência de custódia ainda hoje (1).

De acordo com o documento, Neusa possuía vários sinais de agressões pelo corpo, porém, no entender do legista, não o suficiente para causar a sua morte. 

A principal suspeita é que ela possa ter morrido por asfixia ou parada cardíaca, já que consumia bebida alcoólica antes do fato.

Ao ser preso, Rusimar contou à polícia que morava com a vítima há um mês e saiu para trabalhar na segunda. Quando retornou, a encontrou bebendo com homem identificado como Lelo Rodrigues. 

Cansado, disse ter jantado e deitado. Mais tarde, conforme depoimento do suspeito, ouviu-se grito de socorro e quando chegou, encontrou Neusa caída.

Lideranças indígenas foram acionadas e contataram o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), porém, a mulher estava morta.

Apesar do depoimento do rapaz, testemunhas confirmaram que ele havia cometido o crime. 

Rusimar permanece preso no aguardo da decisão judicial e as investigações sobre o caso continuam, incluindo a realização de exames mais detalhados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FOLGA
Bolsonaro passa o carnaval em unidade do Exército no Guarujá
CAPITAL
Major da PM que matou ex-namorado foi agredida e ficou em cárcere
ECONOMIA
Projeto Maracujá Agroecológico começa a dar resultado a produtores
PONTA PORÃ
Homem tenta agarrar atendente e é preso por importunação sexual
EDUCAÇÃO
UEMS publica terceira Chamada da Lista de Espera do Sisu
COXIM
Investigado por estuprar crianças, idoso usava presentes para atrair vítimas
FUTEBOL
MP libera estádio de Maracaju, mas com limite de até mil torcedores
ERRO
Motociclista executado na Capital pode ter morrido por engano
CARNAVAL
Sete escolas abrem nesta sexta desfile do Grupo Especial de São Paulo
INTERIOR
Perseguido pela polícia, homem fica gravemente ferido em acidente

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher ameaça se jogar de torre no Jardim Guaicurus
DOURADOS
Júri termina com réu condenado a 15 anos por matar desafeto em 2018
DOURADOS
Fechamento e promoções levam multidão a fazer fila em hipermercado
DOURADOS
Polícia vai ao Guaicurus e prende condenado por pedofilia