Menu
Busca terça, 19 de junho de 2018
(67) 9860-3221
DOURADOS

Ladrão é espancado e vai parar no hospital após tentar roubar mulheres no Flórida

17 outubro 2017 - 08h14Por Adriano Moretto e Osvaldo Duarte

Patrick Batista Ribeiro, morador na região do Parque do Lago, em Dourados, foi espancado por populares na noite de segunda-feira (16) após tentar assaltar duas mulheres na rua Manoel Machado Leonardo, Jardim Flórida.

De acordo com o boletim de ocorrência, por volta de 19h, as vítimas caminhavam à igreja quando foram abordadas pelo suspeito, que de bicicleta e em posse de uma faca, anunciou o roubo.

Durante a ação, Patrick acabou cortando o dedo de uma das mulheres. 

Ela gritou por socorro e populares se aproximaram, começando a agredi-lo até a chegada da Guarda Municipal.

Encaminhado ao 1º Distrito Policial, o rapaz foi autuado em flagrante por tentativa de roubo e depois levado até o Hospital da Vida, onde permanece internado com vários ferimentos.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

HOMENAGEM
Renato Câmara entrega medalhas aos agentes da segurança pública de Dourados
DEFRON
Traficante condenado a mais de 12 anos é preso em Dourados
EDUCAÇÃO
Acordo formaliza implementação do projeto MPT na Escola
EX-PRESIDENTE
STF marca julgamento de pedido de liberdade de Lula para o dia 26
DIVERSIDADE
Abertura da 2ª Mostra LGBTIQ+ de Cinema será nesta sexta-feira
PARQUE DOS JEQUITIBÁS
Délia recebe moradores e apresenta investimento de R$ 3 milhões
ATENTADO CONTRA DIRCEU BETTONI
Sigilos bancário e telefônico de presos serão quebrados
TRÂNSITO
Recusas ao bafômetro superam flagrantes por dirigir bêbado nas rodovias federais
FALHA TECNOLÓGICA
Google vai corrigir falha no Chromecast que mostra localização de internautas
TRONCO E CONTENÇÃO PARA OVINOS
Invenção que otimiza ovinocultura é 2ª patente concedida à UFGD

Mais Lidas

PARANHOS
Testemunha de atentado a prefeito é executada
PARANHOS
Calote em venda de fazenda teria motivado atentado a prefeito
ÁGATA DE AÇO II
Brigada de Dourados desloca 600 homens para atuar contra crimes fronteiriços
SOLIDARIEDADE
Douradense busca ajuda para conseguir manter a família