Menu
Busca quinta, 20 de setembro de 2018
(67) 9860-3221
TERRA PROMETIDA

Laboratório fazia pasta base render 5 vezes mais e abastecia “bocas” de Dourados

13 julho 2018 - 11h54Por Adriano Moretto e Osvaldo Duarte

Operação desencadeada nesta sexta-feira (13/7) em Dourados levou cinco pessoas para a prisão e apreendeu diversas munições, armas, entorpecentes e dinheiro procedente do tráfico de drogas. Um laboratório localizado no Jardim Canaã I foi estourado. No bairro, considerado um “forte núcleo de distribuição de drogas”, se concentrou a ação, denominada Terra Prometida.

Luzinete da Silva, 56, proprietária da casa onde se realizava o processo químico e Roberto Rocha Silva, 44, acabaram autuados em flagrante por tráfico. 

Já Weverton dos Santos Siqueira, 23, o Avatar, foi preso por posse de arma de fogo. Contra ele existe uma extensa ficha criminal por crimes como tráfico, por exemplo. 

Outros dois homens, um de 25, morador em Douradina e de 47 anos, residente em Dourados, também estavam em posse de arma e autuados pelo fato. 

Fabricação

De acordo com o delegado do SIG (Setor de Investigações Gerais), Rodolfo Daltro, o laboratório tinha capacidade de multiplicar em cinco vezes a quantidade de entorpecente. 

“Chega 1kg de pasta base e com os equipamentos existentes conseguiam transformar em 5kg. Também não se descarta a fabricação de pasta base por parte do grupo. Por se tratar de laboratório, a capacidade de produção no local é grande e de lá, distribuía para outros traficantes da cidade”, disse ao Dourados News

Ainda conforme o delegado, a dona da casa também realizava o tráfico na região. 

As investigações que resultaram na operação duraram 90 dias e além da comercialização de entorpecentes, os policiais visavam a apreensão de armas de fogo. 

“Outros alvos foram apreensões de armas de fogo e conseguimos encontrar um objeto usado para atirar objetos ilícitos para o interior do presídio. É uma espécie de estilingue de grande alcance para arremessar drogas, celulares e até armas para o local”, contou o delegado.

Apreensões

A Operação Terra Prometida, em alusão ao nome do bairro “Canaã”, resultou nas apreensões de 1,2 quilo de crack, 200 gramas de cocaína, duas espingardas e R$ 700. Além disso, centenas de munições dos calibres 32, 22, 38, .40, 12, 16, pistola 9 milímetros, 6.35 e de fuzil.

As ações tiveram participação de policiais civis e apoio do Canil e Força Tática da Polícia Militar.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
UEMS abre inscrições para o Mestrado em Ensino em Saúde
MUNDO NOVO
Integrante do PCC que fugiu de presídio é preso na região de fronteira
DRENO
Bolsonaro passa por procedimento para tirar líquido no abdômen
OPERAÇÃO OIKETICUS
Tenente-coronel é condenado a 3 anos de prisão por obstrução da Justiça
ECONOMIA
Brasileiros poderão receber remessas do exterior em reais
JUSTIÇA
Comerciante é condenado por vender bebida alcoólica a menor
FIT
Orquestra UFGD abre hoje o 9º Festival de Teatro de Dourados
CORUMBÁ
Tráfego na MS-184 é liberado após recuperar ponte de madeira
ECONOMIA
STF mantém decisão que manda corrigir saldo do FGTS no Plano Collor 2
PREVENÇÃO
Centros de assistência de saúde mental ajudam na prevenção ao suicídio

Mais Lidas

DOURADOS
Colisão frontal mata passageiro de caminhonete e deixa três pessoas feridas
DOURADOS
Homem esfaqueado pelo filho morre no Hospital da Vida
DOURADOS
Polícia fecha entreposto de drogas e prende três no Jardim Colibri
BR-163
Acidente envolvendo caminhão e caminhonete deixa dois em estado grave e um morto