Menu
Busca quinta, 21 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
TERRA PROMETIDA

Laboratório fazia pasta base render 5 vezes mais e abastecia “bocas” de Dourados

13 julho 2018 - 11h54Por Adriano Moretto e Osvaldo Duarte

Operação desencadeada nesta sexta-feira (13/7) em Dourados levou cinco pessoas para a prisão e apreendeu diversas munições, armas, entorpecentes e dinheiro procedente do tráfico de drogas. Um laboratório localizado no Jardim Canaã I foi estourado. No bairro, considerado um “forte núcleo de distribuição de drogas”, se concentrou a ação, denominada Terra Prometida.

Luzinete da Silva, 56, proprietária da casa onde se realizava o processo químico e Roberto Rocha Silva, 44, acabaram autuados em flagrante por tráfico. 

Já Weverton dos Santos Siqueira, 23, o Avatar, foi preso por posse de arma de fogo. Contra ele existe uma extensa ficha criminal por crimes como tráfico, por exemplo. 

Outros dois homens, um de 25, morador em Douradina e de 47 anos, residente em Dourados, também estavam em posse de arma e autuados pelo fato. 

Fabricação

De acordo com o delegado do SIG (Setor de Investigações Gerais), Rodolfo Daltro, o laboratório tinha capacidade de multiplicar em cinco vezes a quantidade de entorpecente. 

“Chega 1kg de pasta base e com os equipamentos existentes conseguiam transformar em 5kg. Também não se descarta a fabricação de pasta base por parte do grupo. Por se tratar de laboratório, a capacidade de produção no local é grande e de lá, distribuía para outros traficantes da cidade”, disse ao Dourados News

Ainda conforme o delegado, a dona da casa também realizava o tráfico na região. 

As investigações que resultaram na operação duraram 90 dias e além da comercialização de entorpecentes, os policiais visavam a apreensão de armas de fogo. 

“Outros alvos foram apreensões de armas de fogo e conseguimos encontrar um objeto usado para atirar objetos ilícitos para o interior do presídio. É uma espécie de estilingue de grande alcance para arremessar drogas, celulares e até armas para o local”, contou o delegado.

Apreensões

A Operação Terra Prometida, em alusão ao nome do bairro “Canaã”, resultou nas apreensões de 1,2 quilo de crack, 200 gramas de cocaína, duas espingardas e R$ 700. Além disso, centenas de munições dos calibres 32, 22, 38, .40, 12, 16, pistola 9 milímetros, 6.35 e de fuzil.

As ações tiveram participação de policiais civis e apoio do Canil e Força Tática da Polícia Militar.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Giulia Costa renova o bronzeado e se refresca em dia de praia no Rio
CAMPO GRANDE
Menino de 9 anos tenta atravessar a rua é atropelado por van escolar
POLÍTICA
Oposição promete dificultar tramitação da reforma da Previdência
CRIME AMBIENTAL
Ambiental prende infrator pescando em cachoeira durante a Piracema
REUNIÃO
Governadores pedem ajustes na reforma e plano de ajuda a estados
CAPITAL
Motorista atropela motoqueiro e na fuga acerta carro estacionado
UEMS
Palestra sobre meditação será na próxima sexta-feira em Dourados
PONTA PORÃ
Baleado na cabeça, integrante de família tradicional morre em hospital
RAIS
Empregadores devem entregar declaração anual até o dia 5 de abril
TRÁFICO
Polícia recupera veículo com mais de 400 quilos de droga na MS-164

Mais Lidas

CRIME EM 10 DE FEVEREIRO
Acusados de matar jovem a facadas em Dourados se apresentam à polícia
DOURADOS
"Lata de sardinha": universitários sofrem com ônibus lotados para chegar até Universidades
TRÁFICO
Trio é preso com mais de meia tonelada de cocaína
DOURADOS
Polícia busca imagens para chegar a motociclista que atropelou e matou criança