Menu
Busca quarta, 21 de novembro de 2018
(67) 9860-3221

Justiça ouve testemunhas, vítima e professor acusado de pedofilia em escola

03 junho 2011 - 19h48

Na tarde desta sexta-feira (03) o juiz da Vara da Infância, da Juventude e do Idoso, Danilo Burin, ouviu testemunhas de defesa e acusação, vítima e o acusado de abusar sexualmente de um menino de 11 anos em uma escola da rede municipal de ensino no ano passado.

A audiência que durou mais de três horas teve 25 testemunhas arroladas, 11 de acusação e 14 de defesa. Destas, oito eram crianças. A vitima, hoje com 12 anos, foi o segundo a ser ouvido. Além dele, o pai, a mãe, o melhor amigo, duas psicólogas e uma assistente social. Aproximadamente 10 testemunhas foram liberadas pelo juiz.

O professor de português,46 anos, acusado de pedofilia, chegou para depor por volta das 16h escoltado por policiais, nesse momento, a família da criança já havia ido embora. Após ser ouvido, ele saiu da sala de audiência, abraçou a esposa e chorou. “Meu marido não fez isso”, disse ela.

Segundo o advogado de acusação, Mário Sérgio Rosa, durante o depoimento o acusado negou que tenha abusado do menino.

Os pais do menino estavam muito abalados e indignados com o tudo o que aconteceu. “A vida da minha família virou de cabeça para o ar. Nunca vi pedófilo na cadeia”, indigna- se o pai da vítima.

Suicídio- O trauma causado pela violência a um menino que mesmo com a pouca idade já carrega o peso de ter sido vítima de um crime bárbaro, afeta toda a família. Em um determinado episódio a mãe foi pega de surpresa por uma crise de medo da criança. “Meu filho tremia a noite quando me via. Daí ele me falou: ‘Você parece com o meu professor’”, disse chorando.

Ainda de acordo com ela, mesmo após meses de tratamento psicológico ele continua tentando o suicídio. E foi a partir de uma dessas tentativas que a desconfiança de que algo estava errado começou. Em novembro do ano passado, antes de contar sobre o que estava acontecendo, ele tentou se jogar do carro. A mãe procurou ajuda de uma psicóloga. Foi ela, quem deu a ideia do que ele poderia fazer para contar o que estava acontecendo, já que não tinha coragem.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZ
Ana Morais, caçula de Glória Pires aproveita o feriado na piscina
POLÍTICA
Senado aprova aumento de multa para quem desistir de imóvel na planta
DESCAMINHO
PRF prende dupla transportando 6,4 mil maços de cigarros na BR-163
OAB MS
Mansour Karmouche é reeleito para comando da OAB/MS
FUTEBOL
Santos deve manter Dodô e pode perder Vanderlei para o Flamengo
ELEIÇÕES
Alexandre Mantovani é eleito presidente da OAB em Dourados
IVINHEMA
Mulher morre após sofrer queda de motocicleta em estrada vicinal
POLÍTICA
Governadores do Nordeste fecham agenda única para levar a Bolsonaro
DOURADOS
UEMS realiza simpósio e comemora 10 anos de Educação a Distância
PESQUISA
Relatório inédito prova que ondas de celulares causam câncer em ratos

Mais Lidas

BORORÓ
Adolescente morre ao tocar em cerca elétrica em Dourados
DOURADOS
Homem que energizou cerca onde menor morreu é preso em flagrante por homicídio
FAZENDA
Sobrinho de prefeito de MS é sequestrado e executado no Paraguai
TRAGÉDIA
Adolescente morre eletrocutado em Dourados