Menu
Busca quinta, 19 de abril de 2018
(67) 9860-3221
BANNER CRA

Jovens denunciam à Polícia espancamento no Shopping

09 dezembro 2003 - 14h33

Um grupo de quatro adolescentes registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil denunciando que teria sofrido espancamento por seguranças durante confusão ocorrida sábado último no Shopping Campo Grande. De acordo com o adolescente D.A.C.A., ele e um amigo teriam sido conduzidos a uma das docas onde os seguranças teriam dado vários socos na cabeça e nuca dos dois. “Eles diziam ‘aqui dentro não tem câmeras, aqui a história muda´, conta o adolescente. O adolescente, que nega ter envolvimento com o tumulto, diz que não foram usadas armas ou cacetetes pelos seguranças. O contato do adolescente com o site Campo Grande News foi via e-mail, O amigo de D.A.C.A., Jefferson Feltrin Macedo, 18 anos, outro que registrou ocorrência, explica que além deles outros dois adolescentes foram agredidos. Em entrevista por telefone, contou que tudo começou com uma briga, motivo por uma espécie de desafio entre grupos rivais, e depois que os seguranças os apartaram os envolvidos, os levaram para a doca, onde teriam os agredido em partes estratégicas do corpo para que não ficassem marcas. Segundo ele, os seguanças do condomínio teriam obrigado, ainda, que eles assinassem um termo em que se comprometiam a não registrar queixa para serem liberados, mas dois adolescentes pretendem ingressar com ação judicial contra o condomínio. “Além de bater eles pegaram uma corrente de ouro de um dos meninos”, afirma Jefferson, que fez aniversário no dia do incidente. D.A.CA acusa os seguranças do shopping de estar mal preparados para a função. Os outros dois que aparecem no boletim de ocorrência registrado na Polícia Civil não foram localizados pelo Campo Grande News. No dia da confusão, a Polícia Militar chegou a ser acionada e, cerca de meia hora depois da confusão, compareceu ao local. O tumulto assustou quem estava presente e chegou a provocar o fechamento de lojas próximas de onde ocorreu. Quatro pessoas teriam sido detidas, mas os nomes não foram informados. Consultada, a assessoria do shopping confirmou ontem a confusão, e informou que a atuação dos seguranças foi para controlar o tumulto e que foram usados "meios moderados".

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Pré-candidata a vice-presidência pelo PSOL visita Dourados nesta sexta-feira
ITAHUM
Prefeitura realiza ação social no Assentamento Lagoa Grande
POLÍTICA
Supremo retoma julgamento sobre pedido de liberdade de Maluf
REEDUCANDOS
Presídios de MS vão receber 1,1 mil vagas em cursos profissionalizantes para detentos
PREVENÇÃO E DIAGNÓSTICO DO CÂNCER
Délia encaminha instalação de unidade provisória de ‘Hospital de Amor’ em Dourados
IMPOSTO DE RENDA
Apenas 46,75% dos contribuintes entregaram declaração
DIA DO ÍNDIO
Prefeita Délia é recebida com festa pela comunidade indígena
MALHA VIÁRIA
Investimento na MS-156 diminui tempo da viagem pela metade
MINAS GERAIS
Brumadinho guarda uma das maiores preciosidades cultural e natural do país
TRANSPORTE AÉREO
Demanda por voos domésticos tem melhor 1º trimestre desde 2015

Mais Lidas

ITAPORÃ
Mortos em troca de tiros após assalto eram de Dourados
SEGURANÇA PÚBLICA
Em comunicado, PCC convoca integrantes para “alerta geral”
TENSÃO EM MS
Presos tentam impedir pente-fino na PED, mas agentes fazem ‘limpa’
DOURADOS
Após invadir Ceim, dupla ameaça vigia de morte e rouba equipamentos