Menu
Busca segunda, 18 de novembro de 2019
(67) 9860-3221
DOURADOS

Jovem foi jogado ainda vivo dentro de poço e crime ocorreu por ciúme

14 junho 2019 - 09h42Por Adriano Moretto e Osvaldo Duarte

Um adolescente de 16 anos foi apreendido e Maycon Oliveira de Souza, 20, acabou preso por participação no assassinato de Júnior Abraão da Silva, 22. O crime, motivado por ciúme, ocorreu na quarta-feira (12/6), mesmo dia em que populares encontraram o corpo dentro de um poço, próximo a Reserva Indígena de Dourados. 

Conforme a polícia, Júnior possuía um relacionamento com a esposa de Maycon e, no dia do assassinato, na companhia do adolescente, o rapaz conseguiu atrair a vítima até a casa dele. 

Lá, passaram a ingerir bebida alcoólica. Logo em seguida Júnior foi agredido a pauladas, arrastado e atingido com pedradas na cabeça, antes de ser jogado ainda vivo dentro de um poço desativado na região da ‘Pedreira’.

“O Junior foi agredido com pauladas, depois apedrejado e jogado vivo no poço. A vítima mantinha relacionamento com a atual namorada de Maycon, que, com ciúme, combinou com o menor de mata-lo. Eles convidaram o rapaz [Junior] para beber já com o intuito de matar”, contou o delegado do SIG (Setor de Investigações Gerais), Rodolfo Daltro ao Dourados News.

Lideranças indígenas capturaram o adolescente na manhã de ontem e o outro acusado nesta sexta (14/6). Os dois foram encaminhados por policiais civis ao 1º Distrito Policial. 

O menor já está na Unei (Unidade Educacional de Internação) Laranja Doce, enquanto o comparsa permanece em cela na delegacia e posteriormente deve ser encaminhado à PED (Penitenciária Estadual). 

Em entrevista ao Dourados News, Maycon confirmou o motivo da ação e que não tinha a intenção de matar a vítima. “Não era pra matar, machucar só”, disse. “Ele [Junior] ia para a fazenda com o menor, chegou lá em casa e bebemos”, afirmou, antes de alegar ter o agredido com pauladas.

O suspeito ainda contou que a vítima pediu para não ser jogada no poço. “Pediu pra não jogar, mas jogamos, ele estava todo machucado”, finalizou.

O CASO

Policiais civis foram acionados no início da tarde de quarta-feira após o corpo de Júnior ser encontrado dentro de um poço desativado na região da Pedreira, próximo a Aldeia Jaguapiru, já no município de Itaporã. 

Rastros de sangue levaram um líder indígena que passava pelo local chegar até a vítima. 

Júnior teria sido arrastado por aproximadamente 400 metros antes de ser jogado, ainda com vida, dentro do poço. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORUMBÁ
Homem invade residência, atira em outro e foge de caminhonete
COAF
Toffoli revoga decisão de acessar dados sigilosos de 600 mil contribuintes
SEXTA EDIÇÃO
Festival gastronômico CataGuavira começa sexta-feira em Bonito
UEMS
Ação preventiva sobre a saúde do homem será quinta-feira em Dourados
CORUMBÁ
Morre em hospital ciclista, de 51 anos, atropelado por veículo
BRASIL
Bolsonaro diz que a reforma administrativa será a 'mais suave possível'
GOLPE
Deu cartão para garota cobrar programa e perdeu mais de R$ 2 mil
ID ESTUDANTIL
MEC informa que emissão da "Carteira de Estudante" não está disponível
CRIME AMBIENTAL
Trator passando em cima de jacarés será investigado pela PMA
BELA VISTA
Condenada por matar filha bebê é encontrada morta em presídio

Mais Lidas

POLÍCIA
Vereador é agredido e roubado quando ia para igreja em Dourados
DOURADOS
Motociclista fica gravemente ferido após colisão no Parque Alvorada
FURTO
Casal é flagrado dentro de panificadora fechada na madrugada
DOURADOS
Mulher ameaça policiais com facão em abordagem por manobras perigosas