Menu
Busca quarta, 17 de julho de 2019
(67) 9860-3221
TRÁFICO

Jovem de MS é presa com 13 quilos de maconha em ônibus no Paraná

20 outubro 2017 - 06h24Por Da Redação

Bruna Souza Ferreira de 22 anos, moradora de Itaquiraí, cidade localizada na região Sul do Estado, foi presa com 13 quilos e 380 gramas de maconha na noite da última quarta-feira, dia 18 de outubro, na cidade Iporã, município da região noroeste do Paraná que fica a 607 quilômetros da capital Curitiba.


Segundoo site Midiamax, uma equipe da Polícia Rodoviária Estadual paranaense foi quem realizou a prisão. Bruna estava em um ônibus de itinerário da cidade de Francisco Alves (PR) à Curitiba (PR), quando foi abordada na rodovia PR-323.

A droga foi encontrada em revista no bagageiro externo do veículo e, pelo ticket da bagagem, os policiais identificaram a jovem. Bruna que foi levada para a delegacia de Iporã disse que pretendia levar a droga até a capital do Paraná.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU!
Maíra Charken aumenta temperatura com foto sensual: "Eclipse mexeu comigo"
CORUMBÁ
Mulher que denunciou médico diz que foi abusada em consulta: 'Me senti um lixo'
DIA 25
20º Festival de Inverno de Bonito começa na proxima semana
SAÚDE
Excesso de café aumenta chance de pressão alta em pessoas predispostas
TRÊS LAGOAS
Polícia procura ciclista que passou a mão em mulher no meio da rua
ECONOMIA
Governo deve anunciar nesta semana detalhes sobre saques do FGTS
MEIO AMBIENTE
Dona de funilaria é multada por lançar óleo na rua e causar acidente
FLAMENGO
MP devolve à Polícia Civil inquérito sobre tragédia no Ninho do Urubu
BONITO
Ladrões trapalhões furtam moto, mas sofrem queda e acabam presos
POLÍTICA
Mandetta vai lançar na Capital novo programa do Ministério da Saúde

Mais Lidas

DOURADOS
Coordenadora de Ceim é exonerada e pais fazem abaixo-assinado para tentar mantê-la
DOURADOS
Upiran entrega carta de demissão a Délia e aguarda substituto para deixar Educação
POLÍCIA
Investigação vê indícios de relação entre homicídios no Jardim Pantanal e Guanabara
DOURADOS
Assassinado em conveniência já cumpriu pena por tráfico e lavagem de dinheiro