Menu
Busca sábado, 19 de janeiro de 2019
(67) 9860-3221
OPERAÇÃO ECHELON

Internos depõem após cumprimento de mandados em Dourados

14 junho 2018 - 10h51Por Adriano Moretto

Os três internos da PED (Penitenciária Estadual de Dourados) levados ao 1º Distrito Policial na manhã desta quinta-feira (14/6), em cumprimento de mandados de prisão preventiva dentro da Operação Echelon retornarão ao presídio após depoimentos prestados. 

Wanderniz de Oliveira Júnior, 23, conhecido como ‘Zé Pequeno’, Ulisses Silva Martins, 20, o ‘Colt’, e Lucas Alberto Canaverde, o ‘Lacoste’, 25, são os alvos da ação no município. 

A operação ocorre simultaneamente em 14 Estados contra integrantes do PCC (Primeiro Comando da Capital) e é realizada pela Polícia Civil e Ministério Público de São Paulo.

São cumpridos no total, 59 mandados de busca e apreensão, além de 75 prisões preventivas de integrantes da facção. 

INVESTIGAÇÕES

De acordo com nota encaminhada pelo Ministério Público de São Paulo, as investigações ocorrem há 12 meses e teve início a partir de manuscritos encontrados por agentes penitenciários nos esgotos do Presídio de Segurança Máxima de Presidente Venceslau (SP).

A Polícia Civil foi acionada para investigar, e, com a identificação técnica de sete líderes de organização criminosa, as investigações policiais avançaram para revelar a existência da célula “Sintonia de outros Estados e Países”. 

Os trabalhos revelaram, até o momento, o envolvimento de 103 integrantes, dos quais 75 serão presos nesta quinta (14/6) em 14 Estados. 

Alguns, por já se encontrarem presos, como no caso dos três membros da facção em Dourados, terão os mandados cumpridos nas respectivas penitenciárias. Ao mesmo tempo, policiais civis de São Paulo, em conjunto com policiais civis dos Estados cumprem 59 mandados de busca e apreensão. 

O grupo investigado é responsável por acirrar a disputa de facções no país, contabilizando elevado número de mortes (mais de uma centena), de maneira que constitui parte da operação, o compartilhamento inicial de provas sobre 12 homicídios. 

A deflagração da operação também tem por finalidade investigar o envolvimento em outros homicídios e desaparecimentos de pessoas em todo o país, a partir de um domínio único dos líderes da organização que engendraram o esquema criminoso. 

DROGAS

Durante as investigações os policiais apreenderam mais de uma tonelada de drogas e preso, no aeroporto de Guarulhos (SP), quando retornava da Bahia, no dia 10 de maio, um dos líderes dessa célula criminosa que autorizava mortes quase que diariamente. (Com informações do MP de São Paulo)

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Cleo Pires arrasa de topless na praia e comenta o bronze: "torrada na foto"
SATURAÇÃO
Operação reforça abordagens a suspeitos e veículos na fronteira
JORNAL NACIONAL
Coaf aponta que Flávio Bolsonaro recebeu 48 depósitos suspeitos em 1 mês
IVINHEMA
Colisão envolvendo carreta e caminhão deixa motorista ferido
BALANÇA COMERCIAL
Com US$ 102 bi, agronegócio bate recorde de exportação em 2018
NOVA ANDRADINA
Polícia encontra 70 litros de cachaça artesanal com detentos em presídio
DE OLHO NO CÉU
Madrugada da próxima segunda-feira terá eclipse lunar total
CAMPO GRANDE
Ladrões são flagrados roubando telhado de empresa industrial
JUSTIÇA
Dois são condenados por falsificar documento para obter CNH
DE GRAÇA
Estão abertas as inscrições para aula de zumba na UFGD

Mais Lidas

POLÍCIA
Rapaz é preso acusado de realizar ‘disk-droga’ em Dourados
FAKE NEWS
Eleandro Passaia é chamado para depor em caso de morte de jogador Daniel
DOURADOS
Investigado por corrupção, Idenor Machado volta a ser preso
DOURADOS
Polícia não encontra e João Fava Neto é considerado foragido da Justiça