Menu
Busca terça, 18 de junho de 2019
(67) 9860-3221
OPERAÇÃO ECHELON

Internos depõem após cumprimento de mandados em Dourados

14 junho 2018 - 10h51Por Adriano Moretto

Os três internos da PED (Penitenciária Estadual de Dourados) levados ao 1º Distrito Policial na manhã desta quinta-feira (14/6), em cumprimento de mandados de prisão preventiva dentro da Operação Echelon retornarão ao presídio após depoimentos prestados. 

Wanderniz de Oliveira Júnior, 23, conhecido como ‘Zé Pequeno’, Ulisses Silva Martins, 20, o ‘Colt’, e Lucas Alberto Canaverde, o ‘Lacoste’, 25, são os alvos da ação no município. 

A operação ocorre simultaneamente em 14 Estados contra integrantes do PCC (Primeiro Comando da Capital) e é realizada pela Polícia Civil e Ministério Público de São Paulo.

São cumpridos no total, 59 mandados de busca e apreensão, além de 75 prisões preventivas de integrantes da facção. 

INVESTIGAÇÕES

De acordo com nota encaminhada pelo Ministério Público de São Paulo, as investigações ocorrem há 12 meses e teve início a partir de manuscritos encontrados por agentes penitenciários nos esgotos do Presídio de Segurança Máxima de Presidente Venceslau (SP).

A Polícia Civil foi acionada para investigar, e, com a identificação técnica de sete líderes de organização criminosa, as investigações policiais avançaram para revelar a existência da célula “Sintonia de outros Estados e Países”. 

Os trabalhos revelaram, até o momento, o envolvimento de 103 integrantes, dos quais 75 serão presos nesta quinta (14/6) em 14 Estados. 

Alguns, por já se encontrarem presos, como no caso dos três membros da facção em Dourados, terão os mandados cumpridos nas respectivas penitenciárias. Ao mesmo tempo, policiais civis de São Paulo, em conjunto com policiais civis dos Estados cumprem 59 mandados de busca e apreensão. 

O grupo investigado é responsável por acirrar a disputa de facções no país, contabilizando elevado número de mortes (mais de uma centena), de maneira que constitui parte da operação, o compartilhamento inicial de provas sobre 12 homicídios. 

A deflagração da operação também tem por finalidade investigar o envolvimento em outros homicídios e desaparecimentos de pessoas em todo o país, a partir de um domínio único dos líderes da organização que engendraram o esquema criminoso. 

DROGAS

Durante as investigações os policiais apreenderam mais de uma tonelada de drogas e preso, no aeroporto de Guarulhos (SP), quando retornava da Bahia, no dia 10 de maio, um dos líderes dessa célula criminosa que autorizava mortes quase que diariamente. (Com informações do MP de São Paulo)

Deixe seu Comentário

Leia Também

FUTEBOL
Peru vence e assume a liderança do grupo do Brasil na Copa América
JUDICIÁRIO
Procuradores definem lista tríplice para sucessão de Dodge na PGR
AQUIDAUANA
Polícia prende nove suspeitos de furtar 100 quilos de cocaína em delegacia
ECONOMIA
Portaria amplia autorização para trabalho aos domingos e feriados
RIO BRILHANTE
Traficante foge ao ver abordagem e abandona mais de 350kg de maconha
JUSTIÇA
Mãe e filho serão indenizados por ter imagem denegrida na internet
PROMOÇÃO
Rede Abevê Supermercados realiza último sorteio da Campanha Sonhos a bordo
PARAGUAI
Homem escapa de sequestro, mas acaba executado por pistoleiros em posto
DOURADOS
Torcedores veem meninas do Brasil à frente dos homens no futebol
CORPUS CHRISTI
Operação nas rodovias estaduais começa na quinta-feira

Mais Lidas

AQUIDAUANA
Douradense desaparece nas águas do rio Aquidauana durante banho
PARAGUAI
Motim termina com 10 mortos e presos queimados e decapitados
DOURADOS
Perseguição na Coronel Ponciano termina com homem preso e apreensão de mais de 700kg de maconha
MASSACRE EM SAN PEDRO
Ministro paraguaio promete expulsar membros do PCC após motim com 10 mortos